• 16 de agosto de 2022

Aumenta o número de mulheres que tratam os sintomas da menopausa com cannabis

 Aumenta o número de mulheres que tratam os sintomas da menopausa com cannabis

Foto: Freepik

As pessoas buscam o tratamento principalmente por seus efeitos no humor e no sono, que podem sofrer alterações significativas na menopausa.

Cada vez mais pessoas que menstruam utilizam a cannabis para tratar os sintomas da menopausa nos Estados Unidos, como depressão, ansiedade, distúrbios do sono e até ondas de calor. 

Foi o que revelou um estudo publicado na revista The North American Menopause Society, publicado na terça-feira (2).

Embora nenhuma pesquisa até o momento tenha garantido a eficácia ou segurança do tratamento para a menopausa, parece que as pessoas que passam pela menopausa optam pelo tratamento por conhecer os efeitos sobre outras condições. 

Saiba mais sobre: Cannabis pode ajudar a amenizar os sintomas da menopausa

Foto: Freepik

Ajuda no sono e no humor

Atualmente, há uma variedade de tratamentos para os sintomas da menopausa, contudo, a fama da cannabis vem crescendo por causa dos seus múltiplos efeitos terapêuticos e poucas reações adversas. 

Estudo feito com 250 mulheres entrevistadas pelos pesquisadores apontou que 86% delas optam pela cannabis para o tratamento dos sintomas, principalmente aqueles ligados ao sono e ao humor. 

Outros estudos 

Essa não é a primeira vez que uma pesquisa como essa é realizada nos Estados Unidos. 

Segundo outra pesquisa feita no país, o número de mulheres cisgêneras utilizando ou que pretendem utilizar a cannabis para amenizar os efeitos da menopausa aumentou bastante.

A pesquisa, feita com moradoras do Norte da Califórnia, contou com 232 mulheres cisgêneras com uma idade média de 55 anos. 

27% delas relataram usar a cannabis como método de tratamento e 10% mostraram interesse na cannabis.

As que mais usaram foram aquelas que tinham ondas de calor e suor noturno, causados pelas alterações hormonais.

Você também pode gostar: Vamos falar do impacto da cannabis na saúde íntima?

A pesquisa foi apresentada na Reunião Anual Virtual da NAMS (Sociedade Norte-Americana de Menopausa) e trouxe um novo olhar sobre novos métodos para o tratamento da menopausa.

Cannabis como tratamento para outras  condições médicas

Mesmo antes da menopausa, a cannabis tem sido a primeira opção de muitas pessoas menstruantes. 

De acordo com um levantamento divulgado no começo de 2022, mais de 70% das mulheres cisgêneras australianas utilizam a cannabis para o tratamento da endometriose.

Isso equivale a uma em cada nove mulheres no país. Elas ainda consideram a cannabis como primeira opção.

Outro estudo feito em 2018 pela University of British Columbia, de Vancouver, no Canadá, perguntou para 192 mulheres cisgêneras se elas haviam usado maconha para aliviar as cólicas menstruais. 

Das entrevistadas, 170 delas responderam que utilizaram e 152 ainda acrescentaram que o uso foi eficaz para tratar as dores menstruais, principalmente na forma fumada ou comestível.

Procure um médico

É importante ressaltar que qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um médico que poderá indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar desde a prescrição até a importação do produto. Clique aqui.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias