CBD é melhor que tratamentos convencionais para crack, segundo estudo

CBD é melhor que tratamentos convencionais para crack, segundo estudo

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

A pesquisa brasileira foi feita em 73 pacientes divididos entre aqueles que tomaram CBD e os remédios convencionais

A pesquisa foi feita em 73 pacientes divididos entre aqueles que tomaram CBD e os remédios

A pesquisa foi feita em 73 pacientes divididos entre aqueles que tomaram CBD e os remédios
Foto: Freepik

Segundo um novo estudo pioneiro feito no Brasil, o tratamento de usuários de crack com o CBD (canabidiol) tem melhores resultados na redução de dependência que medicamentos convencionais usados nos Caps AD (Centros Psicossociais de Álcool e Drogas).

A pesquisa foi realizada pela UNB (Universidade de Brasília) e publicada na revista International Journal Health and Addiction. Feita com 73 usuários escolhidos por sorteio, os voluntários foram distribuídos em dois grupos: 

37 deles ficaram no grupo de controle, enquanto 36, no grupo do CBD. O primeiro grupo foi tratado com remédios convencionais para dependência, como o antidepressivo fluoxetina, o ansiolítico clonazepam e até um estabilizador de humor. 

Já o segundo grupo, recebeu um óleo de canabidiol de 50 mg/ml sem THC (tetrahidrocanabinol), substância que gera a famosa “alta” da maconha

Como o estudo foi feito

Ambos os grupos, também receberam placebos para não identificarem que de fato estavam tomando. Estudo conhecido como duplo-cego, em que nem os pacientes e nem os pesquisadores sabem o que o voluntário ingeriu. 

Sendo assim, os pacientes apareciam uma vez por semana durante dez semanas, para receber os kits com as medicações e responder aos questionários sobre o uso de crack e outras drogas. Também passaram por uma equipe psicossocial e pelo médico. 

Além de fazer teste toxicológico de urina, que foi analisado pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil do DF. 

Segundo a coordenadora do estudo, Andrea Gallassi, o objetivo da pesquisa clínica fora do ambiente hospitalar tinha um propósito: reproduzir a situação de vida de muitas pessoas que são dependentes e vivem em condições precárias. 

Redução maior no uso de crack

De acordo com os resultados do estudo, o CBD pode até atenuar os sintomas primários observados pelos voluntários, como falta de apetite e a sensação de saúde debilitada. 

Por outro lado, o canabidiol também mostrou uma eficiência maior na redução do uso de crack, além de menos efeitos adversos em comparação com o primeiro grupo. 

Outros estudos

Mas esta não é a primeira vez que um estudo mostra os benefícios da cannabis para dependentes. Segundo uma pesquisa feita em 2019, o canabidiol pode ajudar na luta para vencer os vícios em drogas.  

O teste clínico foi feito em dependência de heroína em três situações diferentes: logo em seguida ao uso do CBD, um dia após e uma semana depois. 

Os resultados nos três cenários foram os mesmos: os dependentes químicos sentiram menos necessidade de consumir a heroína que antes, comparados aos que receberam o medicamento falso.

O estudo mostrou outro resultado positivo: os participantes também estavam mais calmos e menos ansiosos.A descoberta ainda precisa de mais estudos para entender se o efeito pode ser permanente ou se permite recaídas.

Conte com a gente 

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar desde achar um prescritor até o processo de compra do produto.

Só na Cannalize você pode tirar suas dúvidas gratuitamente sobre tratamentos com cannabis através da nossa parceira Cannect Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas