• 16 de agosto de 2022

EUA: 28% da população já consumiu algum tipo de psicodélico; LSD é o preferido

 EUA: 28% da população já consumiu algum tipo de psicodélico; LSD é o preferido

The Mexican magic mushroom is a psilocybe cubensis, a specie of psychedelic mushroom whose main active elements are psilocybin and psilocin – Mexican Psilocybe Cubensis. An adult mushroom raining spores. red and blue color. horizontal orientation

Uma nova pesquisa divulgada pelo YouGov explorou quantos norte-americanos experimentaram substâncias psicodélicas, seu apoio à descriminalização e outros pontos relacionados ao tema

A pesquisa da YouGov pediu para mil adultos responderem perguntas on-line, entre 22 e 25 de julho. As respostas revelaram que 28% dos norte-americanos já usaram pelo menos uma das sete substâncias psicodélicas incluídas no questionário. 

Em ordem do mais usado para o menos usado, a lista incluiu: 

LSD (14%);

Psilocibina (13%);

MDMA (9%);

Cetamina (6%);

DMT (6%);

Sálvia (5%). 

Aumento da aceitação

O estudo observa que a aceitação psicodélica está aumentando, o que se reflete nas novas legislações propostas e aprovadas.

“Mudanças recentes, tanto na política quanto na opinião pública, sugerem que a maré nos Estados Unidos pode estar se voltando cada vez mais para os psicodélicos”, afirma o relatório da pesquisa. 

O relatório diz que, nos últimos anos, várias cidades nos EUA descriminalizaram a psilocibina, os conhecidos cogumelos mágicos. Em novembro próximo, os habitantes do estado do Colorado votarão sobre a legalização da psilocibina em todo o estado.

Saiba mais: Empresa quer autorização para fabricar psicodélicos

Substâncias um tanto democráticas

De acordo com a pesquisa, 42% dos que experimentaram psicodélicos pelo menos uma vez têm renda familiar ao ano de US$ 100 mil ou mais, enquanto apenas 34% têm renda de US$ 50 mil a 100 mil e 23% relataram ter renda de US$ 50 mil ou menos.

42% também disseram ter feito uma pós-graduação, sendo 26% com graduação e 24% com ensino médio ou menos.

Em termos de idade, 39% dos participantes que experimentaram psicodélicos variam entre 30 e 44 anos, enquanto 35% oscilam entre 18 e 29 anos, e apenas 14% têm mais de 65 anos. 

34% dos participantes que já usaram uma substância eram homens, enquanto 22% se identificavam como mulheres. 

Leia também: How to Change Your Mind vai mudar sua cabeça sobre psicodélicos

Coisa da galera da cidade

Regionalmente, o padrão de aceitação segue as áreas que promulgaram legislação relacionada a psicodélicos.  37% dos participantes que experimentaram substâncias psicodélicas vivem no oeste dos Estados Unidos, 34% no nordeste e 23% no sul (outras regiões não foram especificadas). 

Aqueles que já usaram psicodélicos, geralmente, moram em grandes centros (36%) se comparados com os que vivem nos subúrbios (26%) e em áreas rurais (19%). 

Pra quem tem a cabeça aberta

Outras categorias exploraram pessoas de diferentes religiões, além de identificadores como “muito conservador”, “conservador” ou “liberal”. 

Os dados da pesquisa mostram que aqueles que são liberais, que é definido pelos 52% dos participantes, disseram que já experimentaram pelo menos uma substância psicodélica.  

Veja também: Reino Unido faz testes experimentais com psicodélicos

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias