• 25 de junho de 2022

Você já ouviu falar sobre adesivos de cannabis?

 Você já ouviu falar sobre adesivos de cannabis?

Além das dores comuns que são tratadas pelos adesivos, agora, eles estão sendo usados para fibromialgia também.

Cremes para a pele, bisnagas, óleos, vaporizadores, o mercado de cannabis tem crescido dia após dia, por isso produtos novos estão surgindo e a tendência é aparecer cada vez mais coisas novas.

Segundo um relatório de fevereiro de 2020 da consultoria americana Grand View Research, o mercado de cannabis está se expandindo, e pode chegar a valer 73 bilhões de dólares até 2027.

Os produtos são dos mais variados, mas o que mais chama a atenção são os fitofármacos desenvolvidos à base da planta, o que tem revirado as legislações de vários países ao redor do mundo.

A melhor parte é que à medida que o mercado de cannabis aumenta, mais espaço ele conquista na ciência. Estudos e pesquisas, já estão encontrando novas formas de tratar doenças com a planta de forma cada vez mais prática.

Uma delas são os adesivos de cannabis. Sim, iguais aos adesivos terapêuticos que tratam dores musculares, cólicas, e por aí vai. Só que estes são feitos com o poder da cannabis medicinal.

Como funciona

Os tópicos de cannabis estão cada vez mais populares. Eles são um novo modelo de consumo que está melhorando a visão sobre a planta e sua acessibilidade, segurança e eficácia. Isso sem contar na sua ação direcionada no lugar da dor.

A maioria dos canabinóides, presentes na planta que interagem com o nosso corpo, embora entre nas correntes sanguíneas, não tem o poder de afetá-las. Por isso, em contato com a pele, eles só penetram para causar alívios em locais específicos.

Embora os efeitos demorem mais para acontecer, eles também são mais duradouros. Outro lado bom é que você pode aplicá-lo diretamente onde está a dor ou o problema. 

Eles são absorvidos pelas células que ficam próximas da pele muito antes de serem absorvidas pela corrente sanguínea.

Efeitos Colaterais

Você não precisa se preocupar com os efeitos adversos, pois o tetra-tetraidrocanabinol (THC), substância que gera os efeitos alucinógenos da cannabis, mesmo estando ativo no adesivo, não tem o poder de “chapar” ninguém.

A sensação só acontece quando o THC é ingerido. No entanto, este tipo de produto geralmente é feito apenas com o canabidiol (CBD), a substância que não gera nenhum efeito sobre a planta e é usado como remédio.

 Tratamentos com adesivos de cannabis

Os produtos ainda não estão disponíveis no Brasil, mas são comuns em alguns países, como Estados Unidos e  Canadá. Tanto, que uma empresa norte-americana já tem uma linha de adesivos feitos à base da planta.

Eles são produzidos de várias maneiras para várias funções. Ajudam a aliviar a ressaca, vários tipos de dores, cólicas menstruais, menopausa e até insônia.

Mas o adesivo que mais chamou atenção foi um tipo destinado à pacientes com fibromialgia. Já falamos aqui sobre os benefícios da cannabis no tratamento da doença. 

Os canabinóides presentes na planta, como o THC e o CBD, agem diretamente no Sistema Nervoso Central e auxiliam no alívio da dor de maneira eficaz.

Os canabinóides no adesivo transdérmico entram na pele e através das correntes sanguíneas.

A mesma empresa também fez outro adesivo, agora para tratar neuropatia diabética, que é parecido com a fibromialgia em alguns aspectos. 

Ambas possuem sintomas como dor inexplicável e formigamento. E estudos têm mostrado uma melhora com a cannabis também.

As pesquisas são novas e os estudos são recentes, contudo, a cannabis medicinal se mostrou uma potente aliada, mesmo em forma de adesivo terapêutico.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias