• 16 de maio de 2022

Fumar maconha acelera o envelhecimento?

 Fumar maconha acelera o envelhecimento?

Um estudo afirma que fumar maconha pode acelerar o processo de envelhecimento, tornando os usuários biologicamente mais velhos do que aqueles que não usam a planta.

Embora a cannabis seja cada vez mais reconhecida por suas propriedades medicinais, é preciso também considerar seus efeitos colaterais. 

Pesquisadores da Universidade da Austrália Ocidental (estado australiano) mostraram que fumar a erva pode deixar as pessoas mais velhas. Entenda. 

Estudo

Para o estudo, os pesquisadores examinaram 11 pessoas que fumam somente maconha, 504 que fumam apenas cigarro, 114 que fumam os dois e 534 que não fumam. 

Antes do início, cada participante foi examinado para garantir que nenhum tinha doença cardiovascular subjacente nem consumia grandes quantidades de álcool, anfetaminas, heroína e metadona. 

Então, usando uma técnica chamada “tonometria de onda de pulso radial”, eles rastrearam a saúde cardiovascular de cada pessoa, uma métrica frequentemente usada para entender a idade biológica. 

Resultados

No final, os pesquisadores descobriram que aqueles que fumam maconha regularmente eram em média 11,84% mais velhos do que sua idade real, como demonstrado pela rigidez de suas artérias. 

Isso significa que efetivamente uma pessoa de 30 anos que fuma maconha regularmente pode ter uma idade biológica de cerca de 33 anos.

Situação alarmante  

O coautor do estudo, Stuart Reece, afirmou: “Descobrimos que, para aqueles que usaram cannabis por um longo tempo, não apenas envelhece, mas aumenta o envelhecimento a uma taxa exponencial ao longo do tempo, o que é alarmante. O nível de exposição à cannabis no grupo estudado foi muito maior do que vimos relatado antes”. 

Os pesquisadores esperam que essas descobertas possam informar as práticas e regulamentações de saúde pública, especialmente à medida que a substância se torna mais usada. 

Reece acrescentou que é importante para a saúde das populações em todo o mundo que essa pesquisa continue com o estudo. 

Porém, vamos ficar calmos…

Apesar disso, no entanto, o estudo tem limitações. Embora tenha sido analisado um número significativo de pessoas que fumam ambos (cannabis/tabaco), com fumantes (de tabaco) e não fumantes, apenas 11 fumam exclusivamente maconha. 

Por isso, os resultados podem ter ficado um pouco distorcidos. 

 

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias