Domperidona: O que é, indicações e efeitos colaterais

Domperidona: O que é, indicações e efeitos colaterais

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Sem dúvidas você já sentiu algum enjoo depois de comer ou beber algo, seja em um curto ou longo período e já procurou medicamentos para amenizá-los. Mas você já ouviu falar do Domperidona?

Esse medicamento, basicamente, é usado para tratar a má digestão, a náusea e os vômitos de adultos e crianças, por períodos inferiores a uma semana.

Ele pode ser encontrado em genérico, está disponível sob a forma de comprimidos ou suspensão oral e pode ser comprado em farmácias, conforme a apresentação da receita médica.

Apesar de ser um medicamento seguro e com baixo potencial de provocar de efeitos adversos, a domperidona pode estar associada a um risco aumentado de arritmias cardíacas graves, principalmente quando são usadas doses diárias acima de 30 mg ou quando o fármaco é utilizado em pacientes com mais de 60 anos.

Com isso, podemos concluir que esse medicamento deve ser usado de forma segura e com acompanhamento médico.

Ações e indicações

A domperidona é um medicamento com ação antidopaminérgica, pois ele age impedindo a ligação do neurotransmissor dopamina ao seus receptores D2.

Essa interferência entre a ligação da dopamina aos receptores D2 pode causar os seguintes efeitos:

  • Aumento da peristalse do esôfago: Acelerando a passagem dos alimentos em direção ao estômago.
  • Aumento da pressão do esfíncter inferior do esôfago: Diminuindo o risco de refluxo gastroesofágico.
  • Aumento da motilidade gástrica e do duodeno: Acelerando o esvaziamento do estômago.
  • Ação antiemética: Diminuindo as náuseas e vômitos.
  • Aumento da secreção de prolactina: O hormônio responsável pela produção de leite.
  • Bloqueia os efeitos adversos dos medicamentos à base de dopamina, como a levodopa (L-dopa) e bromocriptina

Leia também: 5 remédios que podem ser substituídos pela cannabis

Portanto, considerando os efeitos descritos acima, a domperidona costuma ser indicada nas seguintes situações clínicas:

  • Tratamento das náuseas e vômitos;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Azia;
  • Gastroparesia;
  • Distensão abdominal;
  • Excesso de gases;
  • Dispepsia;
  • Indução da lactação em mulheres com problemas para produzir leite;
  • Controle dos sintomas adversos do tratamento da doença de Parkinson.
Domperidona: O que é, Ações e Indicações, Efeitos e Contraindicações

Domperidona: O que é, Ações e Indicações, Efeitos e Contraindicações

Mas existem efeitos colaterais?

Quando se trata de efeitos colaterais, os mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com domperidona são os seguintes:

  • Diminuição do apetite sexual;
  • Dor de cabeça;
  • Sonolência;
  • Inquietação;
  • Diarreia;
  • Erupção cutânea;
  • Coceira;
  • Aumento e sensibilidade das mamas;
  • Ausência de menstruação;
  • Dor nas mamas;
  • Fraqueza muscular.

Contraindicações

A preocupação da maioria das pessoas diante de um medicamento são os seus efeitos colaterais, por isso é sempre bom saber quais são as contraindicações.

No caso da domperidona não deve ser consumido por pacientes com as seguintes características:

  • História de alergia a qualquer um dos componentes da fórmula;
  • Alterações no eletrocardiograma;
  • Doenças cardíacas;
  • Hemorragia gastrointestinal;
  • Insuficiência hepática moderada a grave;
  • Existência de prolactinoma;

Mesmo que seguros em animais, não existem estudos em humanos que atestem a segurança da domperidona durante a gravidez. 

Domperidona: O que é, Ações e Indicações, Efeitos e Contraindicações

Domperidona: O que é, Ações e Indicações, Efeitos e Contraindicações

Contudo, o seu uso deve ser evitado em gestantes. Pelo mesmo motivo, o uso durante a amamentação também é desaconselhado.

Devido ao risco de arritmias cardíacas, este medicamento deve ser utilizado com cuidado por pessoas com mais de 60 anos.

Como tomar

Essa medicação deve ser tomada 15 a 30 minutos antes das refeições e, caso seja necessário, antes de dormir.

Para adultos e adolescentes com peso superior a 35 Kg, é recomendada a dose de 10 mg, 3 vezes ao dia, por via oral, não devendo passar da dose máxima de 40 mg.

Em bebês e crianças com menos de 12 anos ou com um peso inferior a 35 Kg, a dose recomendada é de 0,25 mL/kg de peso corporal, até 3 vezes por dia, por via oral.

Cannabis medicinal como substituto

Assim como o domperidona, a cannabis também possui uma ação antiemética, ou seja, substância que também ajuda a aliviar sintomas de náuseas e vômitos.

Além do mais, a cannabis produz efeitos colaterais bem menores que o medicamento. Há até quem não sinta nenhuma mudança.

Eles variam entre sonolência, alteração no apetite, boca seca e em alguns casos, até diarreia.

Outra curiosidade é que estas substâncias são muito bem aceitas pelo organismo. Por isso, é praticamente impossível ter uma overdose.

Diferenças da cannabis medicinal e o Domperidona

Por outro lado, a cannabis não é um tratamento sintomático como o domperidona, mas ajuda a reequilibrar a homeostase, ou seja, o regular de  regular de várias funções do corpo.

A cannabis funciona através do  Sistema Endocanabinoide, que funciona a nível celular, é responsável por estabelecer uma comunicação entre o cérebro e os processos do organismo, trazendo um equilíbrio aos níveis de substâncias do corpo.

Ele manda os endocanabinodes, substâncias produzidas pelo próprio organismo, para os receptores que funcionam como sinalizadores para as mudanças.

Isso mostra que a cannabis também trata outras condições, como fome, humor e até o sono.

Por isso, se as náuseas e os vômitos forem por alguma outra doença, como dores crônicasFibromialgia ou problemas no fígado, a cannabis pode tratar todas elas.

De forma bem mais natural, a planta não vai amenizar os sintomas, mas vai até a raiz do problema.

Conte com a gente 

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar desde achar um prescritor até o processo de compra do produto.

Só na Cannalize você pode tirar suas dúvidas gratuitamente sobre tratamentos com cannabis através da nossa parceira Cannect Clique aqui.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas