• 17 de abril de 2021

Cannabis autoflorescente: o que é, quais suas vantagens e características

 Cannabis autoflorescente: o que é, quais suas vantagens e características

As linhagens de cannabis são classificadas como autoflorescentes quando não dependem de luz para florescer. Aqui, mergulhamos nas linhagens, nas vantagens que ela oferece aos cultivadores e se suas características para as necessidades dos consumidores.

As cepas da cannabis autoflorescentes tem a capacidade de crescer e sozinhas, elas mudam do estágio vegetativo para o estágio de floração conforme sua idade, independentemente do período, ou seja, dia ou noite.

O estágio de floração é a fase final da cultivação da cannabis comum, quando a planta se torna totalmente madura e produz flores e elementos utilizáveis (apropriadas para o uso). Com as plantas autoflorescentes, essa mudança para o estágio de floração ocorre sem nenhum estímulo externo, tornando-se tão rápido que chega de 2 á 4 semanas após a germinação para algumas linhagens.

A autofluorescência, é um processo relativamente único e raro. Surge quando os cultivadores da erva plantam as cepas de cannabis indica e sativa que incorporam a genética da cannabis ruderalis ( subespécie da cannabis sativa)

Cepas puras de sativas e indica dependem de fotoperíodos (efeitos e adaptações que ocorrem com as espécies), para florescer, enquanto as ruderalis geralmente não.

A cannabis ruderalis é uma subespécie do gênero cannabis, identificada pela primeira vez na década de 1920. Sua estatura é naturalmente mais baixa, contém uma menor concentração de tetraidrocanabinol (THC) e possui atributos autoflorescentes.

Ao cruzar as cepas de ruderalis com variedades indica ou sativa para trazer esta característica, a nova cannabis é capaz de germinar em seu próprio tempo sem depender de fotoperíodos.

Diferenças entres autoflorescentes e cepas de cannabis fotoperíodo

A maioria das cepas de cannabis são conhecidas como ”fotoperíodo”. As plantas cannabis fotoperíodo não passarão para a fase de floração e darão brotos até serem expostas a uma proporção específica de luz.

Essas cepas mais tradicionais naturalmente produzem flores no final do verão, outono e em algumas regiões específicas, até no inverno, portanto, a quantidade de luz e sombra que elas recebem pode não ser o suficiente, afetando as mudanças de estação no seu crescimento e também encurtando os dias.

A maioria dos cultivadores desencadeiam manualmente o processo de floração nas plantas de cannabis  fotoperíodo, reduzindo seus ciclos de luz para até 12 horas de iluminação ou 12 horas de sombra a cada dia.

O que diferencia as cepas de cannabis autoflorescentes? As linhagens da planta que crescem automaticamente começam a produzir flores quando atingem cerca de 4 semanas, não importa se for ao período do dia ou da noite.

Se você está cultivando sua própria cannabis, isso quer dizer que você pode ter várias plantas autoflorescente crescendo em diferentes estágios sem se preocupar com a iluminação de cada uma.

As plantas autoflorescentes podem também ser cultivadas do lado de fora do ambiente, pois, não é necessário se preocupar com a época do ano em que ela vai ser plantada ou colhida.


Duração do ciclo de crescimento

As cepas de cannabis autoflorescente geralmente estão prontas para a colheita mais cedo do que as plantas de fotoperíodo, sem contar com o  seu rendimento que geralmente é baixo. Isso ajuda os cultivadores internos a aumentar o número de suas colheitas durante o ano.

A maioria das flores das plantas autoflorescentes estão prontas para colheita entre 2 a 3 meses depois que germinam. Isso ocorre devido ao seu estágio vegetativo, que é mais curto, durando apenas algumas semanas.

Geralmente, as plantas fotoperíodos levam de 3 a 4 meses ou mais depois de brotarem das sementes, um pouco antes de estarem prontas para serem colhidas, dependendo do local. Parte disso ocorre porque as plantas fotoperíodos requerem mais tempo no estágio vegetativo para que começarem a florescer.

Tamanho do rendimento

As linhagens de fotoperíodo rendem mais flores comparado às autoflorescentes. No entanto, quanto ao rendimento pode variar dependendo das técnicas de cultivo.

As linhagens de autoflorescentes, que tendem a permanecer curtas naturalmente, geralmente produzem cerca de 10 ml de flor de cannabis por planta, mas a maioria dos produtores acaba produzindo cerca de 1 a 2 onças. Com isso dito, uma vantagem da vida útil curta das plantas autoflorescentes é que os produtores podem produzir várias colheitas por ano.

Capacidade de ser clonada

As estirpes de cannabis fotoperíodo podem ser clonadas, o que significa que um produtor faz um corte na planta e cresce mais plantas a partir de uma única semente. As cepas de autoflorescentes, no entanto, não podem ser clonada de forma eficaz.

Isso ocorre porque as duplicações de plantas autoflorescentes, que tem uma vida curta, tem o mesmo tempo de vida de seus pais. Como resultado, os clones com autoflorescência vivem apenas enquanto a planta original viver, não o suficiente para produzir seus próprios rendimentos. Por esse motivo, as cepas estão disponíveis apenas em sementes.

As estirpes de cannabis autoflorescentes são boas para os consumidores?

Geralmente, as cepas de cannabis ruderalis autoflorescentes , não seriam ideais para o uso recreacional e medicinal, porque produzem flores com pouco THC.

Hoje, no entanto, muitas das linhagens de cannabis autoflorescentes produzem flores maiores que contêm quantidade até maior de THC, comparadas com as cepas tradicionais de fotoperíodos. Isso ocorre porque durante os anos os produtores misturam essas plantas de baixos THC ruderalis com cepas indica e a sativa que são maiores e contém mais concentrações de THC.

Os canabinoides como o THC e CBD, quando são consumidos, interagem com o sistema endocanabinoide (SEC) do corpo, uma rede de sinalização que trabalhar continuamente para equilibrar muitas funções.

Plantas autoflorescentes também tendem a ter quantidades altas e CBD, o canabinóide não intoxicante que tem sido muito buscado nos últimos anos. 

Cepas populares de cannabis para floração automática

Está interessado em experimentar plantas autoflorescentes? Os criadores de cannabis incorporaram a genética e diminuiram o período de crescimento geral da cannabis ruderalis em um esforço para tornar as coisas mais fáceis para os cultivadores domésticos de cannabis.

As sementes de cannabis autoflorescentes podem estar disponíveis em um dispensário, mas pode ser mais acessível se procurar elas em lojas onlines de sementes.

Aqui estão às três das cepas de cannabis autoflorescentes mais populares:

Northern Light Automatic

Misturada com a cannabis indica e um pouco de sativa, a Northern Light Automatic é abundante em CBD. Muitos relatam que essa cepa produz uma flor com sabor doce e suculento.

 

Amnesia Haze Automatic

Descendente da sativa, a Amnesia Haze Automatic contém níveis altos de THC e, portanto, requer um período de floração um pouco mais longo. O sabor e aroma dessa cepa são descritos como doce, picante ou almiscarados.


White Widow Automatic

Dominada pela indica, é conhecida por produzir maiores rendimentos de flores ricas em THC em um período relativamente curto. Muitos relatam ter um sabor doce, mas terroso.

Com mais e mais estados legalizando o uso da cannabis medicinal e recreativa nos Estados Unidos, muitos consumidores têm procurado aprender mais sobre esse incrível mundo da cannabis.

Lembrando que a cannabis é proibida no Brasil, salvo para uso medicinal mediante a autorização judicial e a importação só pode ser feita com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Referências:

medicalmarijuanainc

Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias