• 21 de junho de 2021

O uso de cannabis em conjunto com outros medicamentos pode aumentar enxaqueca, diz estudo

 O uso de cannabis em conjunto com outros medicamentos pode aumentar enxaqueca, diz estudo

O uso da cannabis pode afetar negativamente ou positivamente pessoas que sofrem com enxaqueca? Alguns estudos foram feitos para descobrir. Vamos entender melhor sobre o assunto.

De acordo com uma nova pesquisa de cientistas da Stanford University, pessoas que sofrem com enxaqueca  e usam cannabis para alívio da dor podem ter maiores chances de desenvolver uma dor de cabeça, chamado de “rebote”,  também conhecida como dor de cabeça causada pelo uso excessivo de medicamentos (MOH – sigla em inglês).

Os cientistas de Stanford revisaram os registros médicos de mais de 360 pacientes que tinham enxaqueca crônica com período de 15 ou mais dias de dor de cabeça por mês, cobrindo um período de pelo menos 1 ano, concluindo que “o uso da cannabis significativamente contribui para a prevalência de MOH.“

O estudo preliminar será apresentado na American Academy of Neurology, que deve ocorrer  virtualmente em Abril deste ano. 

O que é uma dor de cabeça por uso excessivo de medicamentos?

As cefaléias por uso excessivo de medicamentos (MOHs) são provocadas pelo uso longo de analgésicos ou medicamentos triptanos (medicamento específico para o tratamento da crise de enxaqueca) em pacientes com enxaqueca ou cefaléia.

Uma pessoa com enxaqueca crônica poderia tomar analgésicos para lidar com o ataque de dor e, em seguida, optar por tomar outra dose, à medida que a anterior passa e a dor começa a voltar. 

Se isso é repetido frequentemente, o uso do analgésico pode rapidamente se tornar um ciclo onde a pessoa que sofre de enxaqueca acaba usando regularmente os medicamentos em excesso, a ponto de o excesso de medicamentos começar a causar suas próprias dores de cabeça.

Nesse ponto, mesmo quando o uso de analgésico é interrompido, muitos que sofrem de enxaqueca terão dores de cabeça crônicas como resultado da suspensão da medicação.

O uso da cannabis como um preditor de dores de cabeça por uso excessivo de medicamentos

Embora a base de evidências que apoiam o uso da cannabis como um tratamento agudo para enxaqueca continue crescendo, até o momento houve pouca pesquisa sobre os efeitos de médio a longo prazo do uso da planta em pessoas com enxaqueca crônica.  

Muitas pessoas com enxaqueca crônica já estão se automedicando com cannabis, e existe algumas evidências de que a cannabis pode ajudar a tratar outros tipos de dores crônicas, disse Niushen Zhan, professor assistente clínico da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, em um comunicado.

No entanto, descobrimos que pessoas que estavam usando cannabis aumentaram significativamente as chances de também ter dor de cabeça por uso excessivo de medicamentos, comparado a pessoas que não usaram a planta.

Observando os registros medicinais de 368 pacientes que viviam com um diagnóstico de enxaqueca crônica por mais de um ano, 150 relataram uso de cannabis. 

Os pesquisadores registraram a prevalência de dor de cabeça por uso excessivo de medicamentos (MOH) em cada grupo, juntamente com outras informações importantes sobre a frequência da enxaqueca e quaisquer medicamentos simultâneos. 

Eles descobriram que as pessoas que usam cannabis tem seis vezes mais probabilidade de ter MOH do que aqueles que não usam a planta. 

No total, 212 da amostra do estudo de 368 pessoas relataram ter experimentado MOH.  

Pessoas que usavam opioides também eram mais propensas ao uso de cannabis, o que apoiaria as descobertas de pelo menos um estudo recente sobre vícios, que concluiu que a cannabis não restringe o uso de opióides ilícitos como se pensava inicialmente.

Essa ligação entre a cannabis e os opioides e a enxaqueca também apresentam uma área interessante para investigação. Que pesquisas anteriores mostraram que os opióides e a cannabis podem influenciar a região periaquedutal cinza do cérebro, que por sua vez tem sido associada a fisiopatologia da enxaqueca crônica.

Nos últimos anos a cannabis começou a ser considerada um possível método alternativo de alívio de dor para enxaqueca, devido ao sucesso anedótico de muitos outros sofredores de dor crônica no tratamento de suas condições com a cannabis legal. 

Os primeiros estudos também parecem promissores. Uma pesquisa  que foi publicada no Journal of Pain, por exemplo, descobriu que a cannabis inalada reduz a severidade de dores de cabeça e enxaqueca em cerca de 5%.

Embora esse novo estudo tenha certas limitações devido a sua natureza retrospectiva, os pesquisadores esperam que a pesquisa incentive o desenvolvimento de mais testes de longo alcance que possam explorar melhor a causa e o efeito do uso de cannabis sobre o uso excessivo de medicamentos em pacientes com enxaqueca crônica. 

Ficou curioso e quer saber mais sobre a relação da cannabis com a enxaqueca? Clique aqui.

Referencias

  • Analytical Cannabis
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias