• 25 de junho de 2022

Colômbia entra no mercado internacional de cannabis

 Colômbia entra no mercado internacional de cannabis

The Colombian flag waving in the wind. Blue sky with white clouds in the background. The city of Cartagena is in the far back. Shot in Cartagena, Colombia, USA.

A Flora Growth reconheceu a conclusão das regras de exportação de flores de cannabis na Colômbia e prepara a primeira exportação sob novos regulamentos.

A Colômbia possui os regulamentos necessários para permitir que empresas colombianas de cannabis, incluindo a Flora Growth, exportem flores com THC e CBD em âmbito global. 

A empresa é uma cultivadora e fabricante líder de produtos e marcas globais de cannabis. 

A corporação reconheceu e aprovou a Colômbia em todas as listas de verificação necessárias para permitir a venda de flores com tetrahidrocanabinol (THC) e canabinol (CBD) para mercados internacionais por meio da Resolução 539. 

Legislação

A Resolução 539, de 2022, assinada pelos Ministérios da Justiça, Agricultura e Comércio,  regulamentou as operações de comércio exterior de sementes para semeadura, grãos, componentes vegetais, plantas de cannabis, cannabis, derivados de cannabis e produtos relacionados.

Dessa forma, os interessados em importar sementes para sementeira, grãos, componentes vegetais, cannabis e seus derivados, terão de solicitar uma licença de importação e entrar nas zonas francas na Janela Única de Comércio Externo (Vuce), onde as autoridades competentes analisarão e aprovarão com base no Decreto 925, de 2013.

Entrando no mercado

No dia 1º de abril, o governo da Colômbia finalizou a lista de verificação regulatória de flores de cannabis sob a Resolução 539, permitindo que cultivadores licenciados com cotas de exportação, incluindo a Flora, passem por um processo de aprovação obrigatório para a exportação. 

Essas etapas de exportação incluem ajustes de cotas de 43,6 toneladas aprovadas pela Flora, permitindo que a adição de flores seja concluída em todos os contratos de compra existentes de países como Alemanha, Israel, Austrália, África do Sul, Portugal e Malta. 

Essa atualização também inclui a exigência de registros genéticos anexados a todas as cultivares com alto teor de THC.

Flora Growth

“A Flora aplaude o recente anúncio do governo colombiano, pois estamos trabalhando diligentemente para ter todas as aprovações e recursos necessários disponíveis para produzir flores com alto teor de THC, incluindo várias cepas de cannabis com níveis de THC acima de 20%”, disse Jason Warnock, diretor comercial da Flora.

O nome da fazenda da Flora é Cosechemos, e sua instalação usa apenas técnicas de cultivo de agricultura orgânica. Atualmente, é capaz de produzir 600 quilos de cannabis diariamente, bem como mais de dez mil quilos de derivados de cannabis anualmente.  

A propriedade conta com aparelhos avançados de secagem, esterilização e sistemas de isolamento de canabinoides. 

A empresa mantém um baixo custo de cultivo, de aproximadamente seis centavos por grama, em sua fazenda licenciada. 

Impacto para o mercado colombiano 

Com a aprovação da resolução 539, a Flora agora pode incluir remessas de flores de cannabis com exportações de derivados, incluindo para suas subsidiárias Flora Lab em Bogotá, Colômbia, e JustCBD, em Fort Lauderdale, Flórida, completando a integração vertical de certos produtos do portfólio Flora, incluindo comestíveis, tópicos e outros produtos infundidos.

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias