• 28 de junho de 2022

Gastrite: O que é, Tipos, Causas, Sintomas e Tratamentos

 Gastrite: O que é, Tipos, Causas, Sintomas e Tratamentos

Estima-se que no Brasil, mais de 2 milhões de pessoas sejam obrigadas a conviver com a gastrite e seus incômodos. A inflamação nas paredes do intestino traz consigo dores abdominais e desconforto no dia a dia.

A dor e queimação, sintomas muito comuns da gastrite, são consequência de uma inflamação nas paredes internas do estômago.

Essa inflamação pode ter um curta duração, chamada de gastrite aguda. Ou então pode durar meses e até mesmo anos, no caso da gastrite crônica. 

As pesquisas feitas até hoje mostraram que a maioria dos episódios desse problema é provocado por uma bactéria chamada de Helicobacter Pylori.

Basicamente esse micro-organismo se instala abaixo da camada de muco do estômago e libera a urease, uma enzima capaz de mudar o pH  (nível de acidez no corpo) das áreas próximas.

Mas afinal, quais são as principais causas?

A causa mais provável da gastrite é a fraqueza da barreira mucosa que protege a parede estomacal, permitindo que os sucos digestivos produzidos pelo estômago causem danos ao tecido que reveste o órgão.

Como já foi dito, pode ser causada pela bactéria Helicobacter pylori, que vive justamente no revestimento do estômago e que, se não for tratada, pode levar ao surgimento de úlceras e até mesmo ao câncer de estômago.

Além disso, existem outras bactérias e vírus também podem causar infecções que levam à gastrite.

Alguns especialistas apontam também o refluxo da bile (uma secreção produzida pelo fígado e armazenada na vesícula biliar) dentro do estômago como uma causa para a gastrite.

Tipos de gastrite

Gastrite nervosa

Essa expressão, “gastrite nervosa”, é muito usada e bastante comum. Principalmente quando a pessoa apresenta sintomas como sensação de dor ou queimação no estômago  quando é submetida a um estresse emocional.

Gastrite aguda e crônica

No caso da gastrite, a definição de aguda ou crônica é dada conforme o tempo de doença e pelo tipo de infiltrado inflamatório presente no estômago. 

No caso da gastrite crônica, presente por um tempo mais prolongado, os tipos celulares predominantes passam a ser linfócitos (produzidos na medula óssea e defendem o organismo contra doenças, infecções ou alergias) e plasmócitos (células anti-inflamatórias que se originam na diferenciação dos linfócitos chegam até os tecidos conjuntivos através do sangue.).

Em outras palavras… (é legal dar uma explicação mais simples sobre a gastrite crônica. Deve ter alguma coisa assim na internet.)

Gastrite enantematosa

A gastrite enantematosa é caracterizada pela vermelhidão da mucosa do estômago ao exame endoscópico, podendo ser este diagnóstico através de análise de biópsias evidenciando infiltrado inflamatório. 

Pode causar sintomas ou ser apenas uma descoberta no exame de endoscopia digestiva alta, sem repercussões clínicas.

Sintomas da gastrite

Existem casos em que a gastrite às vezes pode passar despercebida, mas em outros também pode manifestar alguns sinais, aos quais incluem:

  • Indigestão;
  • Queimação e azia;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Perda de apetite;
  • Dores abdominais.

Em casos mais graves, como de sangramento da parede do estômago, pode acontecer:

  • Vômito de sangue;
  • Fezes escuras.

Possíveis tratamentos

Assim como muitas outras doenças, também existe tratamento para gastrite e pode ser feito com o uso de remédios como o Omeprazol e claro uma boa e equilibrada dieta.

Mas além disso, existem plantas medicinais como a espinheira-santa que podem auxiliar no combate aos sintomas de gastrite, como dor na boca do estômago ou azia, sendo útil até mesmo para alcançar a cura.

Quando identificada rapidamente, é possível sim alcançar a cura da gastrite.

Importante lembrar que o tratamento da gastrite deve ser direcionado por um gastroenterologista, que geralmente solicita uma endoscopia para verificar a gravidade das lesões nas paredes do estômago.

Esse exame pode ser feito antes de iniciar o tratamento e após 2 a 3 meses do tratamento para verificar se está dando certo.

Alguns dos medicamentos mais usados para o tratamento de gastrite são:

  • Esomeprazol Magnesio;
  • Omeprazol;
  • Pantoprazol;
  • Mylanta.

Mas lembre-se, somente um médico pode dizer qual o medicamento, a dose e duração do tratamento indicada para cada caso.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias