• 16 de agosto de 2022

Eucalipto: O que é, Benefícios, Efeitos e Contraindicações

 Eucalipto: O que é, Benefícios, Efeitos e Contraindicações

Plantas medicinais se tornaram muito comuns nos tratamentos de diversas condições. O Eucalipto é uma dessas plantas muito conhecida popularmente por ajudar a combater diversas infecções.

O eucalipto se originou na Austrália, Tasmânia e outras ilhas da Oceania, essa planta chegou no século XX ao Brasil e atualmente é encontrada em diversas regiões do país, que pode chegar até 90 metros de altura, possui flores pequenas e frutos em forma de cápsula, sendo muito conhecida popularmente por ajudar a combater diversas infecções respiratórias devido às suas propriedades expectorantes e anti microbiana.

Basicamente, suas folhas podem ser utilizadas para fazer chá e o óleo essencial extraído da planta pode ser usado em vapores para inalação, podendo ser facilmente encontrado em lojas de produtos naturais e farmácias. 

Substâncias da planta podem ser encontradas também em xaropes prontos e em sachês para se fazer a infusão.

Apesar de ser usado como um ótimo remédio caseiro para tratar doenças respiratórias, a inalação de folhas de eucalipto não deve ser usada por crianças com menos de 12 anos, pois pode levar a alergias e causar falta de ar. 

Além disso, as preparações com eucalipto não devem ser aplicadas no rosto de bebês, sendo muito importante consultar um pediatra nestes casos.

Principais Benefícios

De acordo com a nutricionista Jamile Tillesse, o eucalipto atua como um grande estimulador da imunidade, já que possui ações como:

  • Anti-inflamatória;
  • Expectorante;
  • Descongestionante de vias aéreas superiores;
  • Antiséptica;
  • Vermífuga;
  • Cicatrizante.

Dessa forma, doenças do trato respiratório, como gripes, resfriados, coriza, rinite, sinusite, bronquite e asma, podem ser tratadas com o eucalipto.

Ele também é utilizado em pessoas acometidas por diabetes, vermes intestinais, mau hálito, dores musculares e até mesmo acne.

Como usá-lo?

Para cada indicação terapêutica, a profissional alerta que há um uso correto. 

De modo geral, o eucalipto pode ser usado em infusão, vapores de inalação e uso tópico, caseiro, industrializado ou em fórmulas manipuladas.

Chá: pode ser tomado de 1 xícara de 2 a 3 vezes por dia;

Inalação: colocar 5 gotas de óleo essencial de eucalipto em uma tigela com 1 litro de água fervente e inalar o vapor por alguns minutos. Para aproveitar ao máximo, coloque uma toalha de banho sobre a cabeça como se fosse fazer uma tenda para cobrir a tigela, assim o vapor ficará aprisionado e o indivíduo inspirará uma maior quantidade do vapor que alivia os sintomas.

Uso tópico: Realizar uma massagem nos locais desejados utilizado 2 gotas de óleo essencial de eucalipto para 100 ml de óleo mineral.

As folhas dessa planta também podem ser encontradas em combinação com outras plantas medicinais em formato de sachês para infusão ou remédios caseiros em lojas de produtos naturais.

Efeitos Colaterais

Assim como diversas outras plantas medicinais, o eucalipto também pode apresentar alguns efeitos colaterais.

Os principais efeitos colaterais do eucalipto estão ligados ao seu uso excessivo e incluem dermatite, dificuldade para respirar e taquicardia. 

Alguns estudos também relataram que o uso exagerado do eucalipto pode provocar sonolência ou hiperatividade.

A tintura de óleo de eucalipto pode aumentar a ação do fígado, fazendo com que o efeito de alguns remédios seja reduzido, por isso se uma pessoa faz uso de algum medicamento diariamente é necessário consultar o médico para saber se pode ou não utilizar o eucalipto.

Contraindicações

Por causar alguns efeitos colaterais, o uso do eucalipto muitas vezes é contraindicado para algumas categorias de pessoas.

Como por exemplo, no caso de pessoas que têm alergia a essa planta, durante a gravidez e em pessoas que têm problemas de vesícula e doenças no fígado.

As inalações das folhas desta planta também não deve ser usada em crianças menores de 12 anos, pois pode causar alergias e falta de ar, e a tintura só deve ser utilizada por adultos, devido ao alto teor de álcool. 

E ainda, as preparações de eucalipto não devem ser aplicadas no rosto, particularmente no nariz, de bebês, podendo gerar alergias na pele.

Crianças, gestantes, lactantes, indivíduos com doenças relacionadas ao funcionamento do fígado e vesícula ou no trato gastrointestinal não podem usar o eucalipto.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias