• 28 de junho de 2022

Canabidiol pode ajudar quem quer parar de fumar maconha, segundo um estudo

 Canabidiol pode ajudar quem quer parar de fumar maconha, segundo um estudo

O estudo britânico ainda está na segunda etapa, mas já demonstrou resultados significativos. Isso pode ser uma alternativa para quem quer parar de fumar mas não consegue.

A revista científica Lancet Psychiatry publicou um estudo inédito nesta terça-feira (28 de julho) sobre um experimento com 82 pacientes que queriam parar de usar a maconha, mas não conseguiam.

O objeto de estudo foi o canabidiol (CBD), também extraído da cannabis. Ele não produz reações alucinógenas, como o THC, principal composto dos cigarros de maconha.

Embora o vício seja entre leve e moderado, o fumo pode sim causar abstinência. No entanto, a dependência à maconha chega a ser menor que a do álcool e do cigarro, por exemplo. 

No Brasil, segundo o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), da Universidade Federal de São Paulo, cerca de 9% das pessoas que fazem o uso recreativo são dependentes, ou seja, não conseguem parar.  

O grupo de voluntários do estudo, era selecionado gradativamente, uma parte deles recebia medicamentos somente à base de canabidiol e a outra metade, placebo. 

A equipe de cientistas acompanhou a reação dos remédios dos dois grupos durante quatro semanas e também depois de seis meses.

Os cientistas dividiram o estudo em três etapas, para acompanhar os efeitos das doses. Os primeiros 48 participantes recebiam doses entre 200mg, 400mg, 800mg ou o placebo. O primeiro resultado já apareceu aqui. Parece que a dose menor não surtiu efeito nenhum.

Já na segunda etapa, foram 34 pessoas, que doses de 400mg e 800mg de canabidiol. As duas foram eficazes na redução do uso de maconha. O desejo dos participantes havia diminuído.

Apesar dos resultados positivos, o estudo ainda falta a terceira etapa, além de mais pesquisas para entender melhor.

Evidências

Há um tempo os cientistas já tinham descoberto que o canabidiol tem o poder de barrar alguns dos efeitos do THC. Isso porque o CBD é capaz de bloquear a capacidade do THC de superestimular uma via do hipocampo, o que evita os efeitos negativos.

Em um outro estudo, realizado pela Western University no Canadá, mostrou que o CBD é capaz de reverter comportamentos relacionados à ansiedade e dependência, causados pelo THC.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias