• 25 de junho de 2022

Anticorpo de paciente com HIV conseguiu impedir a infecção por outras variações do vírus

 Anticorpo de paciente com HIV conseguiu impedir a infecção por outras variações do vírus

Foto: Getty Images

 A descoberta pode ajudar tanto no tratamento de pessoas com a condição, quanto no desenvolvimento de uma vacina, segundo o estudo.

Segundo um artigo publicado ontem (24) na revista científica Science, parece que um anticorpo isolado de um paciente com um tipo específico de HIV, chamado VRC01, pode combater algumas cepas do vírus. 

 Para o imunologista Dennis Burton, autor do estudo, a partir dessa pesquisa, será possível encontrar uma dosagem ideal de anticorpos neutralizantes para bloquear a entrada do vírus HIV no organismo.

Até hoje, os cientistas não conseguiram encontrar um método preventivo para evitar o vírus. As tentativas de vacinas feitas até agora, não passaram da taxa de efetividade de 50%, muito inferior ao ideal. 

Foto: Getty Images

Novo nível 

Segundo o imunologista, parte do problema está no fato da ciência ainda não entender os mecanismos de defesa que o sistema imune poderia desenvolver para evitar a entrada do HIV no corpo.  

Por isso, a descoberta é um fato que pode levar as pesquisas a um nível mais alto. Tanto para o desenvolvimento de antivirais, que combatem o vírus dentro do organismo, quanto para as vacinas.

Na última década, as pesquisas sobre a prevenção do HIV não estão caminhando em um ritmo lento, vários estudos desenvolveram remédios que impediram a proliferação do vírus. No entanto, com pouca eficácia.

Novos problemas

Segundo Simone Gonçalves da Fonseca, professora de imunologia no Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da Universidade Federal de Goiás à Folha de S. Paulo, as dificuldades não são sem fundamento.

Isso porque achar anticorpos ainda é um desafio. Embora o estudo tenha mostrado sucesso, aplicar em um antiviral pode ser uma tarefa difícil, pois dependendo da data que o indivíduo foi infectado, o anticorpo pode perder a eficácia com um tempo, motivo pelo qual vários estudos não têm eficácia. 

Outro obstáculo no tratamento com anticorpos, seria o custo elevado que ele causaria. Isso poderia restringir o número de beneficiados.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias