• 20 de maio de 2022

Olorinab (APD371): o medicamento experimental feito com canabinoides

 Olorinab (APD371): o medicamento experimental feito com canabinoides

Imagem Ilustrativa

O remédio ainda está na fase de testes clínicos, mas promete usar canabinoides para tratar condições gastrointestinais como Doença de Crohn. 

Em dezembro do ano passado, a gigante Pfizer adquiriu a Arena Pharmaceuticals, uma empresa que testa canabinoides  nos Estados Unidos. O valor do contrato, de US$6,7 bilhões de dólares, marcou a entrada da empresa no mercado canábico.

A compra da Arena incluiu alguns projetos de medicamentos feitos com a planta focados em tratamentos como Doença de Crohn,  colite ulcerosa e outras condições gastrointestinais, dermatológicas e cardíacas.

Contudo, um deles tem chamado atenção: o medicamento Olorinab (APD371).

Imagem Ilustrativa

O que é o Olorinab (APD371):?

Por enquanto, trata-se apenas de um medicamento experimental para tratamentos gastrointestinais. O Olorinab (APD371) é associado aos receptores canabinoides CB2, que estão localizados no sistema nervoso e periférico e trabalham para o alívio da dor.

Leia mais: Sistema Endocanabinoide: O que é e como funciona

Em teoria o remédio é um agonista completo que está sendo explorado para o tratamento de vários sintomas na região, como dor visceral.

“Este composto, por meio de sua seletividade para CB2 versus CB1, está sob investigação para o alívio da dor sem efeitos adversos psicoativos.”, disse  o presidente global e gerente geral da Pfizer Mike Gladstone em um comunicado à imprensa.

O estudo já está em fase 2 e estuda a eficácia do remédio em pacientes com dores abdominais decorrentes da Doença de Crohn, mas não tem previsão para a aprovação nos Estados Unidos ou qualquer outro. 

 

 

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias