• 19 de maio de 2022

Manteiga de Cannabis: Como fazer e como usar

 Manteiga de Cannabis: Como fazer e como usar

Você já ouviu falar da manteiga de cannabis? Parece algo um pouco incomum nos cardápios tradicionais, mas tem ganhado seu espaço nas cozinhas do mundo conforme o universo canábico se expande.

Sem dúvidas, se você chegou até aqui, é porque está querendo inventar moda na cozinha e fazer receitas diferentes com a cannabis.

A manteiga de cannabis pode ser usada como base para qualquer receita. Você não precisa necessariamente ser um MasterChef e nem conhecedor de cannabis para usar essa manteiga.


Você só precisa estar bem informado, ser paciente e organizado. No final do dia, fazer essa receita  é apenas uma forma muito eficiente de consumir a planta.

Como fazer?

A receita é bem simples, mas é importante tomar alguns cuidados.

Eles devem ser tomados tanto para preservar o THC e as demais substâncias da planta, quanto para a ingestão de uma cannabis limpa, que vai gerar a melhor experiência possível. 

Por esse motivo, é preciso prestar muita atenção nas etapas abaixo, elas fazem toda a diferença para se ter uma manteiga saborosa e eficaz e que poderá ser utilizada em diversas receitas ao longo do tempo, já que ela pode ser conservada e utilizada várias vezes.

Ingredientes

Os ingrediente são simples e fácil de misturar, são necessários apenas 2 ingredientes:

  • Cannabis (20g de prensado ou 5g de flor) – De preferência as flores e os buds.
  • Manteiga com sal – 100g

Descarboxilação da cannabis

Para que os efeitos da maconha sejam aproveitados o máximo possível, independente da receita, é importante que seja feito o processo de descarboxilação (uma reação química na qual um grupo carboxilo é eliminado de um composto na forma de dióxido de carbono).

Esse processo irá ajudar no aproveitamento da planta na comida e deve ser realizado antes de começar a fazer a manteiga.

Infelizmente muitos ignoram esse processo que basicamente é usado para transformar o THCA e o CBDA, em THC e CBD, permitindo com que eles se encaixem com mais facilidade nos receptores canabinóides presentes em nossos corpos.

Nos casos em que a cannabis é fumada ou até mesmo vaporizada isso não é necessário, pois esse processo acontece através do aquecimento da planta.

Quando se faz a descarboxilação antes de começar a cozinhar, é possível  ter a certeza de que o THC e CBD estarão ainda mais intensos.

Modo de preparo da manteiga de cannabis

Agora vamos falar sobre como preparar essa manteiga

1.Lavar a Cannabis

Para manter a eficácia e também o sabor da planta, é importante que seja feita a sua lavagem e, para isso, deixe a cannabis por 20 minutos dentro de uma panela com água morna.

NÃO FERVER A ÁGUA!

Depois de 20 minutos, tire toda a planta da panela com uma escumadeira e reserve em papel toalha até ficar totalmente seco.

2.Fazendo a manteiga de cannabis

Em banho maria, derreta toda a manteiga sem deixar queimar, por isso fique sempre de olho no fogão.

Quando a manteiga estiver totalmente derretida, acrescente a cannabis lavada, seca e dichavada. 

Mexa com cuidado por cerca de 50 a 60 minutos. Passado esse processo, coe a manteiga derretida com a cannabis em um coador. Depois disso, ela estará praticamente pronta.

Deixe a manteiga descansar um pouco e em seguida coe ela para outro recipiente para sair todo o líquido.

Em seguida, sua manteiga de cannabis estará pronta. Coloque ela na geladeira para que ela endureça e fique no formato de uma manteiga comprada no mercado, só que repleta de THC e CBD. 

Pode deixar ela na geladeira por quanto tempo quiser e somente tirar o necessário para colocar nas suas receitas.

Prefira as  flores

Com certeza, você nunca se daria o trabalho de cozinhar um alimento podre ou que esteja com uma aparência desagradavel. Ou até que você sabe que esteve armazenado de forma duvidosa sujeito à baratas e outros tipos de insetos. 

Isso também vale quando o assunto é culinária canábica. 

Lembre-se: você está colocando algo para dentro do seu estômago, e como qualquer alimento é importante que seja limpo.

Levando isso em consideração, faça sua manteiga de cannabis com flores. É nas flores, nos famosos buds, que estão os benefícios medicinais da cannabis 

É também onde você irá conseguir um bom sabor para a sua manteiga de maconha, com mais THC, CBD e pureza e de forma mais segura.

Tenha cuidado com a dosagem

Com a  proibição da planta no Brasil, fica difícil saber a dosagem de THC ou de CBD que possui um bud. 

Apenas quem cultiva sementes pode ter uma dimensão do percentual da potência das suas flores, pois nem mesmo com as famosas prenseeds (são conhecidas as sementes de prensado), dá pra se ter uma ideia disso.

No caso do uso da cannabis na cozinha  isso é ruim, pois o ideal seria ter uma dosagem correta de níveis de THC ou CBD para uma determinada quantidade de manteiga, por exemplo.

É muito importante que seja evitado o exagero na hora de se cozinhar com a planta, já que os efeitos no estômago costumam ser mais fortes. A absorção também é mais lenta do que quando a cannabis é fumada.

Levando em consideração que aqui no Brasil a manteiga costuma ser comercializada em tabletes de 200g, o recomendado é um percentual de cerca de 8 a 10 gramas de cannabis para juntar com essa manteiga e deixá-la canábica.

Ficou curioso e quer saber mais sobre como funciona a descarboxilação da cannabis?
Clique aqui.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias