• 20 de maio de 2022

Terpenos de Cannabis: O que são e o que fazem

 Terpenos de Cannabis: O que são e o que fazem

Os terpenos são compostos químicos produzidos por uma variedade de plantas, através de suas raízes, folhas, frutos, flores, sementes, entre outras, e existem abundantemente na natureza.

Os terpenos são responsáveis pelo cheiro que sentimos e, sabendo o que eles são, podemos nos aprofundar e nos encantarmos cada vez mais pelo universo da cannabis.

O que são os terpenos de cannabis

Encontrados nas mesmas glândulas que produzem canabinoides como THC e CBD, os terpenos são óleos aromáticos que dão cor as variedades da cannabis com sabores distintos como cítricos, bagas, hortelã e pinho.

Existem mais de 30 mil terpenos descobertos na natureza e mais de 100 terpenos diferentes foram identificados na planta cannabis, e cada cepa tem um tipo de composição de terpenos.

Não muito diferente de outras plantas e flores de cheiro forte, o desenvolvimento de terpenos na cannabis começou com propósitos adaptativos: para afastar os predadores e atrair os polinizadores.


Existem muitos fatores que influenciam um desenvolvimento de terpenos de um planta, incluindo o clima, idade e maturação, fertilizantes, tipo de solo e até mesmo a hora do dia.

Os Terpenos também podem ajudar a diferenciar os efeitos de várias cepas da cannabis, mas são necessários mais estudos para entender como e até que ponto isso é possível.

O que fazem?

Alguns terpenos podem promover relaxamento e alivio no estresse enquanto outros potencialmente promovem foco e acuidade.

O Mirceno, por exemplo, é encontrado em muitas variedades relaxantes de cannabis como Blue Dream e Granddaddy Purple e o Terpinoleno é geralmente encontrado em cepas ativas e estimulantes como, Jack Herer e Ghost Train Haze.

Os efeitos de qualquer terpeno pode mudar na presença de outro composto em um fenômeno conhecido como efeito de comitiva (efeito entourage). Mas pesquisas ainda estão sendo feitar para entender o efeito de cada terpeno, quando usados em harmonia com os outros.

As diferenças entre eles podem ser pequenas, mas os terpenos podem ser muito essenciais para a profundidade à arte horticula e ao conhecimento da cannabis. Eles podem também agregar valores terapêuticos da cannabis, baseados em suas propriedades medicinais.

Muitos laboratórios analíticos de cannabis atualmente testam conteúdos de terpenos, então podemos ter uma ideia melhor sobre os efeitos que uma cepa pode produzir.

Explorando os terpenos de cannabis

Alguns terpenos são mais comuns que outros, e alguns tendem a se destacar mais. Por exemplo, a maioria das linhagens comerciais de cannabis são dominantes ao mirceno, ou seja, o terpeno mais abundante no seu perfil químico.

Os terpenos mais conhecidos na cannabis são:

  • Mirceno: Esse é o terpeno mais encontrado na cannabis e é conhecido por seu efeito sedativo.
  • Limoneno: É um terpeno energético e é conhecido por suas propriedades antidepressivas.
  • Terpinoleno: É um terpeno conhecido pelo seu aroma amadeirado e defumado, com leve poder sedativo e pode apresentar efeitos antioxidante, anticancerígeno e antibacteriano.
  • Beta-Cariofileno: Possui um aroma mais apimentado e defumado ao mesmo tempo, conhecido pelo seu poder anti-inflamatório.
  • Alfa-Pineno: É um terpeno muito energético com característica de uma Sativa. Pode ser encontrados em pinheiros.
  • Humuleno: É um terpeno que dá às cervejas artesanais seu aroma de lúpulo e é conhecido por seus efeitos anti-inflamatórios.
  • Linalol: Possui um aroma característico de lavanda, mas é encontrado em mais de 200 plantas, conhecido por ser sedativo e anti-epilético.
  • Delta-3-Careno: Encontrado em pimentões, cedros, pinheiros, alecrim, dentre muitos outros. Pode ser usado para tratar inflamações e excesso de fluidos corporais como a coriza do nariz escorrendo. Além disso, pode ser utilizado como coadjuvante no tratamento do Alzheimer, Artrite e reparação dos ossos.
  • Eucaliptol: Mesmo com o nome da arvore de eucalipto, pode ser encontrado em muitas outras árvores. Pode ser usado para o tratamento da depressão e é especialmente para amenizar as dores da artrite.
  • Terpineol: Contém agentes anti-fungos e é muito utilizado por seu efeito anti-inflamatório.

Com suas combinações ilimitadas com potenciais efeitos sinergéticos, os terpenos podem abrir novos terrenos científicos e médicos para as pesquisas de cannabis.

Referências: 

 

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias