• 17 de agosto de 2022

Prefeitura de Búzios faz parceria com associação para disponibilizar CBD gratuitamente para pacientes

 Prefeitura de Búzios faz parceria com associação para disponibilizar CBD gratuitamente para pacientes

Foto: Município de Búzios

A proposta para a distribuição dos produtos foi aprovada no ano passado, mas a prefeitura ainda está em processo de aquisição. Contudo, os pacientes não podem esperar

A prefeitura de Búzios, no Rio de Janeiro, realizou uma parceria com a associação canábica AbraRio (Associação Brasileira de Acesso a Cannabis Medicinal do Rio de Janeiro) para o fornecimento do óleo de cannabis gratuito até que o processo para a compra e distribuição pelo município seja concluído. 

Em novembro de 2021, a Câmara Municipal de Búzios aprovou por unanimidade um projeto de lei para permitir a disponibilização de produtos à base de cannabis na cidade. Segundo um levantamento, até abril deste ano, mais de 400 crianças já tinham recebido o óleo.

De acordo com uma nota emitida pelo município, o objetivo do PL é facilitar o acesso das famílias, com crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista e epilepsia refratária, principalmente para aqueles pacientes que não conseguiram bons resultados com a medicação convencional.

Foto: Município de Búzios

Leia também: “Não vi o meu filho crescer porque ele estava dormindo ou convulsionando”

Casos de urgência

Búzios é o segundo estado no Brasil a criar uma política de distribuição de cannabis. O primeiro projeto de lei protocolado foi em Goiânia em 2020

Contudo, o projeto do Ambulatório de Cannabis Medicinal do município ainda está em fase de desenvolvimento. O objetivo é criar uma clínica especializada na prescrição da planta.

Como em vários lugares, há burocracias que atrasaram o fornecimento do óleo. Por isso, enquanto a compra não sai, a prefeitura firmou parcerias com associações como a AbraRio. 

O fornecimento do óleo gratuito está sendo feito somente para pacientes com casos mais graves.

Parceria município e associação

De acordo com Marilene Oliveira, fundadora da AbraRio, parcerias como essa são de extrema importância para dar andamento a tratamentos que não podem esperar. 

“O acesso ao tratamento ainda é difícil para pessoas de baixa renda e por mais que a associação ajude com descontos ou isenções ainda é pouco diante da grande demanda. Com parcerias como essa, nós conseguimos dar acesso aqueles que precisam e não têm condições de arcar com seu tratamento”, diz.

Você também pode gostar: “O médico não entendeu nada, ficou impressionado”, diz paciente que tratou um câncer com óleo de cannabis

Procure um médico

É importante ressaltar que qualquer produto feito com a cannabis precisa ser prescrito por um médico que, inclusive, poderá indicar qual o melhor tratamento para a sua condição.

Caso precise de ajuda, disponibilizamos um atendimento especializado que poderá esclarecer todas as suas dúvidas, além de auxiliar desde a prescrição até a importação do produto. Clique aqui.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias