• 25 de junho de 2022

No Quintal: Campanha ajuda pacientes a obter o aval para o cultivo doméstico de cannabis medicinal

 No Quintal: Campanha ajuda pacientes a obter o aval para o cultivo doméstico de cannabis medicinal

A campanha foi pensada depois que muitos pacientes buscaram ajuda na associação para conseguir o aval de plantio

A campanha começou no dia 25 de maio e não tem data para terminar. Ela tem o objetivo de auxiliar pacientes que já usam o óleo de CBD e THC a produzir o próprio remédio em casa

A associação Santa Cannabis está promovendo uma campanha chamada “No Quintal”, que visa auxiliar pessoas de todo o Brasil a obter o habeas corpus do plantio de cannabis medicinal. 

A ajuda vem com um apoio jurídico, indicação de material para a extração, médicos e também como conseguir as sementes.

A campanha é direcionada aos pacientes que têm prescrição médica e já utilizam o óleo para tratar alguma patologia. 

A campanha foi pensada depois que muitos pacientes buscaram ajuda na associação para conseguir o aval de plantio

Em entrevista exclusiva ao Cannalize, Pedro Sabaciauskis, presidente da associação Santa Cannabis, nos detalhou um pouco mais do objetivo do projeto.

Segundo Pedro, o objetivo é que as pessoas não dependam de associações e nem farmácias, mas que sejam independentes.

A Santa Cannabis já ajuda cerca de 300 pacientes com o acesso a informações, médicos e advogados e também a obter o óleo. No entanto, a associação está com uma ação de plantio coletivo que visa ajudar até 80 pessoas. 

Enquanto o processo não sai, a associação vai continuar a auxiliar familiares e pacientes a conseguir o plantio doméstico. O Sabaciauskis complementa que a ideia da campanha já existia há algum tempo.

“Acabamos acelerando o processo por causa do COVID-19, o dólar a seis reais, dificuldade de transporte e logística, importação. Então nós, como associação, entendemos que precisávamos ajudar estes pacientes” conclui Sabaciauskis.

Cenário atual do plantio no Brasil

O plantio de cannabis no Brasil, mesmo para uso medicinal, é proibido. Salvo por ações judiciais, onde familiares e pacientes tem que provar que a cannabis é o melhor tratamento para suas respectivas condições. 

O processo é burocrático e segue uma série de restrições. Embora os requisitos sejam o mesmo em todo o país, o pedido de plantio sempre vai depender dos juízes de cada estado.

Cerca de 7 mil pessoas utilizam a cannabis medicinal para o tratamento de alguma patologia, 5 mil delas, tratam epilepsia refratária. Só em 2018, foram contabilizados 4.236 pedidos para o plantio no Brasil para pelo menos 34 especialidades diferentes.

No dia 2/06/2020, o Estado do Rio de Janeiro aprovou uma lei de incentivo a pesquisas sobre cannabis. Agora associações do estado também poderão plantar e ajudar pacientes que precisam do óleo. Sabaciauskis espera que isso possa alcançar mais estados, como o de Santa Catarina, onde a Santa Cannabis é situada.

Veja aqui os requisitos para cultivar cannabis medicinal 

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias