Nada de Black Friday, conheça o movimento GreenWeek de cannabis

Nada de Black Friday, conheça o movimento GreenWeek de cannabis

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Facilidades de compra de cannabis nos EUA ajudam pessoas a ‘enfrentarem’ estresse causado por feriados familiares e férias escolares

Nesta sexta (25) acontece a Black Friday no Brasil. A data, importada dos Estados Unidos, ocorre por lá um dia depois do Feriado de Ação de Graças e funciona como uma queima de estoque para as vendas de final de ano. No Brasil, mesmo não havendo feriado de Ação de Graças, a data tornou-se sinônimo de grandes descontos e facilidades de pagamento. 

A Cyber Monday também é uma data comercial que deriva deste grande sucesso nos EUA e também já foi bem recebida pela população consumidora brasileira. Trata-se da segunda-feira seguinte à Black Friday, com descontos específicos para produtos eletrônicos e de informática.

Pegando carona nesta tendência, nos estados norte-americanos onde o comércio de cannabis é legalizado, surge a Green Wednesday, ou Quarta-Feira Verde, que é a data de descontos exclusivos para produtos à base de cannabis.

Segundo o site Distractify, a data foi inventada pela Eaze, um serviço de entrega de cannabis com sede na Califórnia. Em 2016, a empresa teve aumento nas vendas quando anunciou uma campanha da Quarta-Feira Verde, que oferecia uma grande variedade de promoções no dia anterior ao Dia de Ação de Graças.

Hoje, a Green Wednesday é a segunda maior data do comércio canábico estadunidense, podendo estender-se pela semana inteira e perdendo apenas para 20 de abril (4/20, na grafia norte americana, que faz menção ao código 420 comumente associado ao consumo de cannabis).

Leia também: O que significa 420 e qual a relação com a maconha?

Pesquisa mostra que cannabis ajuda pessoas a aturar parentes nas festas

A Ayr Wellness, uma operadora que trabalha no cultivo e fornecimento de cannabis em vários estados dos EUA, fez uma pesquisa em 2021 para mapear os hábitos de consumo da população canábica norte-americana e chegou a curiosa conclusão de que a cannabis serve como válvula de escape para o estresse das festas familiares, como o Dia de Ação de Graças

Segundo a pesquisa, o tópico ‘fofocas de família’ é um dos principais à mesa de Ação de Graças, ganhando de política, dinheiro e religião, e as pessoas pretendem estar sob o efeito da cannabis para lidar com isso.

Outro fator estressante que leva os consumidores a recorrer à cannabis são as férias escolares. Quase 70% dos consumidores disseram usar cannabis para lidar com o estresse relacionado a este período. A porcentagem aumenta para 76% quando estes consumidores têm filhos.

A operadora de cannabis trouxe outras estatísticas interessantes:

  • 77% dos consumidores de maconha pretendem consumir maconha com a família ou amigos durante as férias.
  • 37% dos consumidores de cannabis planejam servir produtos com infusão de THC em sua refeição de Ação de Graças.
  • 1 em cada 2 compradores da Quarta-Feira Verde (49%) comprará cannabis como presente para amigos e familiares.

Com a acirrada polarização política e as discussões acaloradas nas mesas das famílias brasileiras, não deve demorar até esta tendência fazer sucesso por aqui.

Leia também: Como está o mercado de cannabis no Brasil hoje?

Comércio canábico foi impulsionado pela pandemia

Para a Forbes, a força da Quarta-Feira Verde ganhou impulso graças à pandemia. Enquanto muitos setores do comércio entraram em declínio, o setor canábico se manteve em pé por ser considerado um serviço essencial. 

Segundo a reportagem de 2020, a mudança mais notável foi nos gastos do consumidor por meio de pedidos on-line, com entregas em casa ou para retirada na calçada.

“Mesmo com todas as restrições de segurança em vigor, as empresas de cannabis em todo o país relataram aumentos nas vendas de mais de 350% na Green Wednesday”, diz o artigo.

Green Wednesday lá e GreenWeek aqui

Você sabia que a compra de cannabis para fins medicinais no Brasil é regulamentada desde 2015? Pois é, com o avanço da regulamentação, o comércio canábico tem tido cada vez mais espaço no Brasil.

Acreditando nessa na Revolução Verde, a Cannect está promovendo GreenWeek até o dia 30 de novembro, com condições especiais para pacientes, com produtos mais acessíveis, pagamento em três vezes sem juros e frete grátis (consulte condições). Vem de zap para saber mais e marcar sua consulta.

Além disso, a Dr. Cannabis, a vertical de educação da Cannect, está com até 52% de desconto em cursos sobre cannabis para profissionais da saúde e público em geral, além empreendedores do mercado canábico. Aproveite! Os cursos são online. Inscreva-se agora.

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas