• 25 de junho de 2022

Mudanças na NBA e outras ligas referente aos testes de maconha para 2021

 Mudanças na NBA e outras ligas referente aos testes de maconha para 2021

A NBA estendeu sua política de não fazer testes de maconha nos jogadores para a temporada 2020-2021 em meio a pandemia do coronavírus. Mudanças adotadas também pela NFL e MLB.

Os testes de maconha foram suspensos pela primeira vez neste ano, quando os jogadores terminaram sua temporada na chamada  arena da “bolha” em Orlando.

Mas, conforme relatado pela primeira vez pelo jornalista freelance Ben Dowsett na última quinta-feira (03/12) ao site Marijuana Moment, a liga e o sindicato dos jogadores concordaram em manter essa política, pelo menos durante a próxima temporada.

Devido às circunstâncias incomuns em conjunto com a pandemia, concordamos com a NBPA (National Basketball Players Association) em suspender os testes aleatórios de maconha para a temporada de 2020-2021 e focar em nossos testes de produtos que melhoram o desempenhodisse o porta-voz da NBA.

Mas a pressão tem aumentado sobre a liga para encerrar os testes permanentes de maconha.

Michele Roberts, chefe do NBPA,  que também se juntou ao conselho da grande empresa de cannabis Cresco Labs, este ano, previu em uma recente entrevista que a mudança formal poderia ocorrer já na “próxima temporada.”

“Não vamos expor nossos jogadores a riscos desnecessários” disse Dowsett em um artigo para a GQ. “E não é necessário saber se nossos jogadores são usuários de maconha.” acrescentou.

Adam Silver, comissário da NBA, não descartou a adoção de novas políticas de testes de maconha, mas ele disse que a liga precisa tomar cuidado para não passar uma mensagem errada para os jovens. 

Eles também expressaram apoio para explorar o poder da cannabis medicinal.

No fim de tudo, eu acho que todos nós concordamos que, seja a maconha uma substância legal ou não, assim como o álcool, temos que ensinar os jovens como usá-la  de maneira adequada e responsável. disse ele.

Apesar da NBA não submeter os jogadores a testes de drogas para THC, eles continuarão a testar casos em que os jogadores têm histórico de uso de substâncias, por exemplo.

Se a NBA acabar com os testes de maconha, seria outro exemplo para a evolução das políticas de drogas nas ligas esportivas nacionais.

No início deste ano, a MLB (Major League Baseball) anunciou que os jogadores não seriam mais testados, apesar da proibição do patrocínio de jogadores por empresas de cannabis. 

A NFL  (The National Football League) também decidiu encerrar as suspensões para testes de drogas positivos.

Referência

  • Marijuana Moment

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias