• 28 de junho de 2022

Mike Tyson diz que os uso de psicodélicos mudaram sua vida

 Mike Tyson diz que os uso de psicodélicos mudaram sua vida

Você já imaginou que um dos maiores boxeadores de peso pesado de todos os tempos teria sua vida mudada através do uso de psicodélicos? Pois é, Mike Tyson relatou que tudo mudou ao conhecer os cogumelos.

Em novembro do ano passado, Mike Tyson retornou para os ringues de boxe pela primeira vez em 15 anos.

Em uma exibição, ele enfrentou Roy Jones Jr. em uma luta de 8 rounds que resultou em um empate. 

Tyson que lutou contra o vício em drogas ao longo de sua vida, se recuperou e voltou à academia depois de consumir e psilocibina (medicamento à base de cogumelos).

‘’Assim que eu conheci os famosos cogumelos, minha vida inteira mudou,’’ disse Tyson.

Ele ainda acrescentou: ‘’Lembrar de onde eu estava, quase me suicidando, e onde estou agora é incrível. A vida é uma viagem, não é mesmo? É um remédio incrível, e infelizmente as pessoas não olham para isso com essa mesma perspectiva.’’

Tyson disse ao site Reuters que quer compartilhar sua experiência com o mundo e para isso  juntou-se a Wesana Health, uma empresa de ciências da vida fundada pelo ex-oficial agente da NHL, Daniel Carcillo. 

Como Tyson, Daniel Carcillo lutou contra a depressão e ideação suicida depois de se retirar do hockey. Uma viagem para Colorado e uma sessão terapêutica com psilocibina com a antiga NHL companheiro de equipe Riley Cote, mudou sua vida, ele disse ao site The GrowthOp ano passado. 

‘’Riley é o único que realmente esteve comigo e me ajudou. Ele ajudou a salvar minha vida’’ disse Carcillo.

No mês passado, a Wesana anunciou um projeto de pesquisa clínica plurianual, em parceria com o Conselho Mundial de Boxe, para encontrar novos tratamentos para lesões cerebrais traumáticas.

Parte deste esforço incluirá o estudo da Sana0013 da Wesana, uma formulação de psilocibina e potencial tratamento de TCE.

Carcillo, que tem sete abalos diagnosticados durante sua carreira, diz que a psilocibina o curou, ‘’de TCE e quaisquer sintomas relacionados’’ 

‘’Eu não sofro mais com dores de cabeça, pressão na cabeça, insônia, impulsividade, ansiedade, depressão ou ideação suicida. Eu não sofro com mais nenhum desses sintomas.

Tyson viu seu próprio sucesso com cogumelos e acredita que histórias como a de Carcillo e a sua própria valem a pena ser compartilhadas.

‘’Eu acredito que isso seja bom para o mundo,’’ disse Tyson para a Reuters. ‘’Isso ainda é muito limitado, nós fazemos isso em pequenas cerimônias. Precisa ser aberto ao mundo.’’

Referências

  • Thegrowthop

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias