• 16 de agosto de 2022

Maior mercado do mundo? Alemanha caminha para a regulamentação

 Maior mercado do mundo? Alemanha caminha para a regulamentação

Foto: Freepik

A expectativa é que uma lei sobre o assunto seja aprovada ainda este ano. Se isso acontecer, o país pode se tornar o maior mercado recreativo do mundo.

Na última semana, o governo alemão concluiu as audiências públicas para um processo de regulamentação da cannabis para o uso adulto no país. Atualmente, apenas o uso medicinal possui uma legislação, e ainda assim é o maior mercado da Europa. 

Um projeto de lei já era previsto para o segundo semestre de 2022. O chanceler do país, Olaf Scholz, ainda reiterou a promessa de avanço em uma lei sobre o uso recreativo controlado.  

As audiências foram feitas com especialistas em saúde, produtores de cannabis, economistas e com o público para entender qual é a maior alternativa.

Foto: Freepik

Combate ao mercado ilegal 

De acordo com o governo, a motivação oficial é desmantelar o mercado ilegal, além de controlar a qualidade da droga que circula no país e proteger menores do uso abusivo de substâncias.

“Se fizermos tudo certo, podemos evitar que os adolescentes entrem em uso intensivo. Não queremos repetir os erros que cometemos com o álcool”, disse Burkhardt Bienert, o comissário alemão de narcóticos na quinta-feira 30.

Maior mercado do mundo

Outra expectativa é que o novo mercado traga benefícios econômicos significativos para o país, que pretende pegar o lugar dos Estados Unidos e se tornar referência para o mundo. 

Atualmente o país norte americano possui a maior economia canábica do mundo. Segundo a revista Forbes, mesmo sem uma lei federal, esse comércio já movimentou mais de US$17 bilhões (R$80 bilhões na cotação atual) para os Estados Unidos. 

Os números apresentados são significativos. Em 2021, dos US$25 bilhões (R$118 bilhões) faturados pelo mercado legal da erva no território, US$4,5 bilhões vieram dos turistas, que ainda gastaram US$12,6 bilhões em setores adicionais, relacionados à alimentação, ao lazer e a impostos para o governo. 

No entanto, de acordo com o Instituto de Economia da Universidade de Düsseldorf, a expectativa é a de que a Alemanha arrecade cerca de  4,7 bilhões de euros (R$2,4 trilhões) por ano em impostos.

Efeito dominó

Com a regulamentação, a Alemanha se juntará tanto aos Estados Unidos quanto ao Canadá, que também possui um mercado forte para o uso adulto. 

Com um caminho sem volta, espera-se que a nova política alemã estimule regulamentações nos países Europeus. 

Com informações da Veja

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias