• 30 de julho de 2021

Indústria da cannabis consegue se manter na pandemia

 Indústria da cannabis consegue se manter na pandemia

Como já sabemos a mais de 1 ano a pandemia do novo coronavírus afetou o mundo inteiro em todos os aspectos, sociais e econômicos, e na indústria da cannabis não foi diferente.

Para muitos americanos, ter cannabis o suficiente era tão essencial quanto estocar papel toalha. E em meio a tudo isso, os fornecedores encontraram uma maneira de chegar até eles.

‘’Eu realmente espero que seja o primeiro ano em que Nevada consiga chegar a mais de 1 milhão em vendas de cannabis’’ disse Nicolas Maclean, chefe executivo da Aether Gardens, uma produtora de cannabis em Las Vegas.

No mês de março de 2020, o mercado chegou a sua primeira paralisação total desde o assassinato do Rev. Dr Martin Luther King Jr em 1968. 

Nas semanas seguintes, Las Vegas se tornou o epicentro das dispensas nos Estados Unidos. Com cassinos fechados, queda no volume de visitantes para um pouco mais de 100 mil em abril de 2020 e 3,5 milhões em janeiro de 2020.

A redução deixou os pequenos negócios do estado, incluindo o setor de cannabis, de cabeça para baixo.

‘’Naquela primeira semana o governador não diferenciou entre negócios essenciais e não essenciais,’’ Disse Mr Mac Lean.

”Os Dispensários entraram em pânico, questionando se eles poderiam nos devolver os produtos.’’ (a cannabis recreativa é legal em Nevada, somente com a licença de dispensários). Acrescentou ele.

Dentro da Aether Garden, um espaço de 120.000 pés quadrados a 14 milhas da Strip, MacLean e sua equipe ficaram maravilhados com sua última colheita.

“Durante anos, nos dedicamos a aperfeiçoar nossa flor e fomos pegos no meio de Covid 

com a melhor flor que já tivemos‘’ ,afirmou MacLean.


Momento de ruptura

Apesar das ordens inconsistentes de saúde pública de governos estaduais e locais sobre se as empresas de cannabis seriam consideradas “essenciais”, a indústria teve um momento de ruptura durante a pandemia. 

As vendas legais de maconha nos Estados Unidos ultrapassaram 17,5 bilhões de dólares em 2020, um aumento de 46% sobre as vendas em 2019.

Para muitos cidadãos, ter um estoque da planta era muito importante E mesmo com toda a dificuldade a indústria encontrou um jeito de se conectar com eles.

Em Las Vegas, isso significava envolver os residentes locais. Cinco dias depois que o governador Steve Sisolak emitiu sua primeira declaração de emergência, a Nevada Health Response COVID-19 Risk Mitigation Initiative anunciou que lojas de cannabis licenciadas e dispensários médicos poderiam permanecer abertos, mas encorajou negócios de entrega e distanciamento social. 

Embora as empresas de Nevada sempre tenham apostado nos dólares do turismo, a população metropolitana de Las Vegas, de dois milhões de residentes o ano todo, de repente parecia uma forte base de clientes substitutos.

Para atender à crescente demanda, a Aether Gardens construiu uma nova estufa de última geração, que entregará sua primeira safra neste mês. Os turistas (e suas discretas canetas de vapor) estão voltando.

Mesmo que a indústria da cannabis, assim como outras, tenha sofrido um impacto durante a pandemia que pegou todos de surpresa, atualmente está conseguindo encontrar meios e estratégias para se manter de pé e gerar lucros.

Referências

 

  • Ny Times
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias