• 20 de outubro de 2020

Incêndios nos Estados Unidos afetam a indústria canábica

 Incêndios nos Estados Unidos afetam a indústria canábica

Os incêndios florestais devastaram a costa oeste dos Estados Unidos e podem ter queimado várias fazendas de plantação de cannabis na região de Oregon. O fogo ameaça ainda mais a Califórnia e o estado de Washington.

A situação faz com que muitos produtores de cannabis fiquem preocupados.

O fogo vem devastando regiões dos estados da Califórnia e do Oregon, na costa oeste dos Estados Unidos, ameaçando a fauna e a flora da região. Os incêndios também podem prejudicar a economia, até mesmo sobre mercados que vinham passando por um ótimo crescimento, como o da cannabis.

De acordo com a comissão estatal responsável, acredita-se que somente no estado do Oregon cerca de 20% dos negócios de comercialização de cannabis e derivados já estão sofrendo algum tipo de evacuação ou até mesmo fechamento por conta dos incêndios.

O número de estabelecimentos que foram afetados por essa tragédia ambiental chega a cerca de 408.

Dentre esses estabelecimentos, estão 73 produtores da erva, na maioria em plantações ao ar livre, que tiveram de evacuar suas fazendas e abandonar tudo para se protegerem e protegerem suas famílias do fogo.

Impacto econômico

Considerando o avanço na venda da cannabis desde o início da pandemia, o impacto econômico pode ser grande. Segundo informações, somente em abril as vendas alcançaram cerca de 89 milhões de dólares no estado, um aumento de 45% em relação ao mesmo mês de 2019.

No ano de 2014 o uso recreativo da cannabis foi legalizado em Oregon, e desde 2016, quando os primeiros comércios foram abertos, a indústria da cannabis se tornou uma das mais lucrativas no estado.

Em 2017 os números passaram de 452 milhões de dólares em vendas e continuaram crescendo.
No ano seguinte atingiram  584.5 milhões, e em 2019 o lucro do mercado da cannabis na região chegou a 725.8 milhões de dólares em valores gerais.

Início das queimadas e seus danos

A temporada de incêndios no Oregon, assim como na Califórnia, teve início nas primeiras semanas de julho deste ano, quando qualquer despejo e queimada não regulamentada de lixo passou a ser proibida. Ainda assim, o fogo causou muitos danos na região, queimando mais de 3.800 km2 até as últimas semanas em mais de 468 focos, com ao menos 23 mortos.

Apesar da proibição, na maioria dos casos os incêndios são causados pelos humanos, assim como também é fruto da ação humana as mudanças climáticas.

Referências

  • MJ Biz Daily
  • Hypeness

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias