• 24 de junho de 2022

Guaco: O que é, Benefícios, Formas de consumo, Recomendações, Efeitos e Contraindicações

 Guaco: O que é, Benefícios, Formas de consumo, Recomendações, Efeitos e Contraindicações

Assim como várias plantas, o guaco também é muito utilizado na medicina em todo o mundo. Com certeza você já ouviu ou ouviu falar do famoso xarope de guaco usado para tratar problemas respiratórios. Mas vamos conhecer mais sobre essa planta. 

Também conhecida por ervas de serpentes, cipó-catinga ou erva de cobra, ela é muito utilizada em problemas respiratórios pelo seu efeito broncodilatador e expectorante.

Na maioria das vezes ela é consumida através de um chá, assim ajudando a tratar a gripe, tosse, rouquidão, infecção na garganta, bronquite, alergias e infecções na pele.

Além disso, esta planta é usada popularmente para tratar o reumatismo.

Ela pode ser comprada em lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação com o preço de aproximadamente 30 reais.

Mas quais são os benefícios que essa planta pode oferecer?

Como citamos acima ela pode ser usada para benefícios respiratórios, mas além disso, também pode ser grande aliada da saúde e beleza da pele. 

A explicação para isso são suas propriedades anti-alérgica, antimicrobiana e anti-inflamatória, que ajudam no combate de irritações e inflamações, como acne, por exemplo.

O guaco possui também forte ação antidiarreica, ou seja, ajuda na melhora do funcionamento do intestino, de forma que combate a diarreia.

Isso é importante, pois a diarreia pode ocasionar perda excessiva de água do organismo e, consequentemente, desidratação.

Formas de consumo do guaco

Assim como qualquer outra planta medicinal existem formas de uso, entre elas estão:

  • Chá;
  • Xarope;
  • Gargarejos.

Essa planta pode ser utilizada das mais diversas formas e felizmente, pode ser encontrada facilmente em lojas de produtos naturais. 

O guaco não apresenta princípios tóxicos, entretanto, deve ser usado com cautela, evitando todo tipo de excesso, assim como qualquer outra substância natural.

Recomendações de consumo

Os profissionais da saúde recomendam tomar o xarope de guaco da seguinte forma:

  • Adultos: 5 ml, 3 vezes ao dia;
  • Crianças com mais de 5 anos: 2,5 ml, 3 vezes ao dia;
  • Crianças entre 2 e 4 anos: 2,5 ml, somente 2 vezes ao dia. 

O uso do xarope deve ser em um período de 7 dias, e nos casos mais graves, no máximo 14 dias.

Caso os sintomas não desapareçam recomenda-se uma nova consulta médica.

Existem efeitos colaterais no uso do guaco?

Os efeitos colaterais do guaco não são graves, porém podem causar desconfortos em algumas pessoas. 

Dentre esses efeitos estão:

  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Aumento da pressão arterial; 
  • Nas pessoas alérgicas ao xarope pode haver dificuldade para respirar e tosse. 

Mas quais são as contraindicações?

Quando o assunto é contraindicações, geralmente o guaco é contra-indicado para pessoas com alergia a esta planta, com possíveis doenças no fígado, que utilizam anticoagulantes, para crianças menores de 1 ano de idade e principalmente para as grávidas.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias