• 20 de maio de 2022

Deputado propõe novamente uma lei sobre a cannabis medicinal no MT

 Deputado propõe novamente uma lei sobre a cannabis medicinal no MT

Essential oil with lavender flowers

O projeto de lei havia sido vetado no ano passado, o deputado ainda recorreu, mas sem sucesso. Contudo, ele resolveu propor mais uma vez. 

Depois de ter o Projeto de Lei derrubado por dois votos no Mato Grosso, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) apresentou no dia 11 novamente uma proposta sobre a distribuição de medicamentos à base de cannabis.

Trata-se da disponibilização de produtos derivados da planta através do Sistema Único de Saúde (SUS) do estado. O projeto inclui pacientes de várias idades e com uma série de condições médicas, como glaucoma, câncer, HIV e autismo.

Após analisado, o texto seguirá para a Comissão de Saúde e posteriormente para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para só assim ir para votação em dois turnos.

Proposta vetada 

No ano passado, o Projeto de Lei havia percorrido todo esse percurso e virou notícia nos portais de comunicação. Contudo, foi vetado na última etapa pelo governador Mauro Mendes (DEM) em dezembro. 

A CCJ ainda conseguiu derrubar o veto, mas isso não foi suficiente.Faltaram apenas dois votos para a derrubada integral no plenário. 

“Tenho certeza de que o texto será novamente aprovado nas duas votações e que o governador terá sensibilidade para sancioná-lo. Se não o fizer, espero que o parlamento derrube o veto e promulgue a lei”, concluiu Wilson Santos a um portal de notícias local.

Outros estados 

Até agora, o Rio Grande do Norte é o único estado com uma lei que disponibiliza o produto feito com a planta, tanto pelo poder público quanto por instituições privadas. 

Publicado no diário oficial do estado no dia 17, o texto ainda incluiu o incentivo à pesquisas com a planta e a divulgação de informações para pacientes e  profissionais da saúde.

A primeira lei sobre o assunto foi aprovada em abril do ano passado em Goiânia, Goiás. Hoje, pacientes com baixa renda que precisam do tratamento com a cannabis podem receber medicamentos de forma gratuita, sejam remédios nacionais ou importados. 

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias