• 17 de agosto de 2022

Dente de leão: O que é, Para que serve, Benefícios, Efeitos e Contraindicações

 Dente de leão: O que é, Para que serve, Benefícios, Efeitos e Contraindicações

Provavelmente você já ouviu falar ou até mesmo fez o uso do famoso dente de leão. Mas você sabe para que realmente serve essa planta? Vamos entender melhor sobre.

Basicamente, o Dente-de-leão é uma planta de nome científico Taraxacum officinale, também conhecida por coroa-de-monge, quartilho e taráxaco.

Esta planta medicinal possui um caule oco e ereto, com folhas divididas em segmentos profundos e flores de tom amarelo dourado, que podem atingir cerca de 30 centímetros de altura.

Por causa de suas propriedades, essa planta pode ser usada para auxiliar no tratamento de transtornos digestivos, problemas no fígado e pâncreas e afecções da pele, por exemplo. 

De acordo com um estudo feito na China em 2011, o chá desta planta também parece ser capaz de eliminar mais rapidamente a infecção pelo vírus Influenza, responsável pela gripe comum.

Para que serve

Por ter ação antioxidante, anti-inflamatória e analgésica, o dente-de-leão é muitas vezes indicado para ajudar no tratamento das seguintes condições:

  • Problemas digestivos;
  • Falta de apetite;
  • Transtornos biliares;
  • Doenças hepáticas;
  • Hemorróidas;
  • Gota;
  • Reumatismo;
  • Eczemas;
  • Diminuir o colesterol;
  • Alterações renais ou vesicais.

Além disso, essa planta também parece aumentar a produção de insulina, podendo ajudar no tratamento da diabetes, além de ter forte poder diurético, podendo, por isso, ser usado como complemento do tratamento de infecções urinárias, retenção de líquidos e pressão alta. A raiz da planta também tem um efeito laxante leve.

Benefícios

  • Ação diurética: previne a retenção hídrica;
  • Previne problemas na pele, como a acne;
  • Ajuda na coagulação sanguínea;
  • Beneficia a saúde dos ossos.

Em princípio, seus benefícios surgem através da riqueza em vitaminas, especialmente a vitamina A e a vitamina K, ambas excelentes para a pele e para os ossos, respectivamente. 

Apesar de pequena, a planta possui grandes minerais: é rica em zinco e ferro. Não só, os antioxidantes poderosos também fazem parte de sua composição. 

Dente-de-leão pode ajudar no tratamento do novo coronavírus?

Por causa das propriedades que esta planta demonstrou contra o vírus da gripe, o Influenza, o dente-de-leão está sendo indicado como forma de complementar o tratamento do novo coronavírus. 

No entanto, não existe qualquer indicação de fonte oficial ou estudo que demonstre sua ação contra o novo coronavírus.

Assim, o dente-de-leão não deve ser usado como forma natural de tratar o coronavírus, devendo-se informar as autoridades de saúde caso se suspeite de estar infectado, para seguir o tratamento médico mais adequado.

Possíveis efeitos colaterais

Diferente de muitas outras plantas medicinais, o dente de leão não gera muitos efeitos colaterais.

Embora seja raro, a utilização de dente-de-leão pode provocar alguns efeitos como:

  • Transtornos gastrointestinais
  • Reações alérgicas.

Contra-indicações

Geralmente, o dente-de-leão não deve ser utilizado em pessoas com hipersensibilidade a esta planta, que sofre de obstrução dos ductos biliares ou de oclusão intestinal. 

Além disso, também não deve ser usada na gravidez.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias