• 21 de junho de 2021

Cientistas afirmam que congelar a cannabis pode aumentar sua potência

 Cientistas afirmam que congelar a cannabis pode aumentar sua potência

Você já ouviu falar sobre a cannabis congelada e como isso pode ser benéfico? Pois é, parece que isso é possível. Mas vamos entender melhor juntos sobre essa descoberta.

A ideia de congelar a cannabis não é nova. A resina viva (potente concentrado que preserva o plano essencial da planta), requer que a cannabis seja congelada rapidamente depois da colheita.

O intuito principal por trás do congelamento da cannabis é preservar os compostos vegetais importantes, que muitas vezes podem se perder.

São esses pequenos e delicados terpenos e canabinoides que na maioria tem um enorme papel importantíssimo em termos de como os efeitos medicinais são modulados.

Um estudo feito em 2019 pela Universidade de Pádua, na Itália, permitiu aos pesquisadores quantificar a degradação da cannabis quando armazenada por longos períodos.

O processo, que durou quatro anos, comparou e contrastou a degradação em quatro diferentes condições de armazenamento controlado.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                Os pesquisadores armazenaram cannabis nos seguintes ambientes:

  • Ambiente escuro a 71 ° F (22 ° C) vinte e quatro horas por dia;
  • Exposição à luz a 71 ° F (22 ° C) vinte e quatro horas por dia;
  • Ambiente escuro e refrigerado a 40 ° F (4 ° C) vinte e quatro horas por dia;
  • Ambiente escuro e congelado a -4 ° F (-20 ° C) vinte e quatro horas por dia.

Depois de quatro anos, os pesquisadores descobriram uma degradação significativa nos níveis de THC

As amostras armazenadas em temperatura ambiente ou em refrigeração  perderam quase 100% de seu conteúdo de THC .

Curiosamente, muito do THC sofreu uma transformação, o que o levou a se tornar um CBN (outro canabinoide conhecido por essa capacidade de melhorar o sono).

Os pesquisadores determinaram que tanto a temperatura de armazenamento quanto a exposição à luz afetaram a conversão de THC em CBN.

A temperatura realmente alterou a velocidade na qual o processo ocorreu, enquanto a exposição à luz mudou tanto a velocidade quanto a estequiometria de conversão. 

De acordo com outro estudo publicado no Journal of Pharmaceutical Sciences (1973) a cannabis se degradou mais lentamente em temperaturas mais baixas.

Os Pesquisadores observaram que o trans-tetrahidrocanabinol presente na Cannabis Sativa, armazenado a -18,4 e 22 graus decompôs a uma taxa de 3.83% 5.38% e 6.9%, respectivamente, por ano, enquanto o material armazenado de 37 a 50 graus mostrou uma decomposição considerável.

Além disso, de acordo com os pesquisadores, a ausência de ‘’direção de luz’’ foi um fator importante na preservação da potência. 

Como congelar cannabis de forma adequada

Aqueles que preferem permanecer autossuficientes e cultivar sua própria planta para uso pessoal se beneficiarão mais com o congelamento de sua colheita. Uma jarra de vácuo é a melhor opção quando se trata de congelamento. 

É importante saber embalar e selar bem os botões para ir para o freezer e armazená-la a longo prazo. 

Depois de remover a cannabis, o que pode ser feito anos depois, o primeiro passo é descongelá-la.

Tocar os botões da planta enquanto eles ainda estão congelados removerá os potentes tricomas que estão em um estado frágil até serem descongelados.É importante notar que a cannabis congelada deve ser movimentada o menos possível.

Não deve ser colocada no congelador ao lado de pizzas e sorvetes, o ideal é que sempre haja espaço o suficiente. 

Isso pode causar deterioração porque o movimento excessivo causa a perda dos tricomas congelados.

Fazendo Hash com cannabis congelada 

Diversas formas de haxixe são geralmente feitas através do congelamento da cannabis.

Esses que são sem solventes garantem um produto limpo e livre de resíduos potencialmente prejudiciais. 

Quer seja haxixe, hash bolha ou a resina viva mais complicada, o botão de cannabis congelado é muitas vezes o material de partida ideal.

Nesse caso, misturar os botões com um pouco de gelo seco ou água fria é aconselhável antes da agitação. 

Esse processo atua de forma a extrair os tricomas por meio de um processo conhecido como sublimação. 

Os tricomas podem então ser coletados filtrando-os por uma malha fina,assim o haxixe fica extremamente potente e minimamente degradado.

Cannabis congelada é o plano de armazenamento de longo prazo mais eficaz

Durante muitos anos, as pessoas corrigiam umas às outras sobre a ideia de congelar cannabis. 

Mas com a ciência mostrando argumentos contrários, parece que não há problema em congelar a planta. Na verdade, pode ser a única opção viável para armazenamento de longo prazo se cultivada em casa. 

Além do mais, a ciência demonstra que, uma vez congelados, os botões da planta manterão sua potência. Isso garante que possa tornar o material mais potente. 

Afinal, quer seja fumada ou convertida em forma concentrada, é a preservação dos importantes compostos vegetais encontrados nos tricomas que fazem os remédios.

Referências

  • Rx Leaf
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias