• 14 de abril de 2021

Azitromicina: O que é, Para que serve, Efeitos, Contraindicações e Uso contra a COVID-19

 Azitromicina: O que é, Para que serve, Efeitos, Contraindicações e Uso contra a COVID-19

Se você já sofreu ou sofre de alguma infecção bacteriana, provavelmente já ouviu falar da azitromicina. Um antibiótico usado como auxiliar no tratamento. Vamos entender melhor sobre.

Esse medicamento é um antibiótico muito utilizado para combater infecções causadas por bactérias, como infecções da pele, sinusite, rinite e pneumonia, por exemplo. 

A azitromicina também pode ser recomendada no tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, como a Gonorreia e a Clamídia, por exemplo.

Basicamente, essa medicação atua no organismo diminuindo a produção de proteínas por essas bactérias, impedindo que cresçam e se reproduzam, resultando na sua eliminação.

Pode ser comprado na forma de comprimido ou suspensão oral e estão disponíveis no mercado por um preço de cerca de 10 a 50 e depende do laboratório em que foi produzido, forma farmacêutica e dosagem.

Mas vale lembrar que diferente de alguns antibióticos, essa medicação só é vendida mediante apresentação de receita médica.

Mas para que serve?

Para ser mais específico, a azitromicina pode ser indicada para o tratamento das seguintes infecções:

  • Pneumonia; 
  • Uretrites por gonorreia; 
  • Uretrites por clamídia; 
  • Amigdalites; 
  • Sinusite; 
  • Coqueluche; 
  • Diarréia bacteriana; 
  • Cancro mole.;
  • Acne; 
  • Cólera; 
  • Otite; 
  • Doença inflamatória pélvica; 
  • Sífilis.

Entre as bactérias geralmente sensíveis à azitromicina estão:

  • Bactérias aeróbicas e facultativas gram-positivas;
  • Bactérias aeróbicas e facultativas gram-negativas;
  • Anaeróbios.


Principais efeitos colaterais

Assim como diversos outros medicamentos, a azitromicina também possui efeitos colaterais aos quais incluem:

  • Náusea;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Fezes moles;
  • Desconforto abdominal;
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia e gases. 

Além disso tudo pode causar tontura, sonolência e perda de apetite.

Contraindicações

O uso deste produto é contraindicado para pessoas com história de reações alérgicas ou hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina ou a qualquer um dos antibióticos macrolídeos, ou ainda a qualquer componente da fórmula.

Formas corretas de usar

O uso da azitromicina depende da idade e da gravidade da infecção. Da seguinte forma:

Adultos: Em casos de tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, a dose recomendada é de 1000 mg, em dose única, via oral.

Para todas as outras indicações, a dose total de 1500 mg deve ser administrada em doses diárias de 500 mg, durante 3 dias. 

De maneira alternativa, a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 500 mg no 1º dia e 250 mg, 1 vez ao dia, do 2º ao 5º dia.

Crianças: O mais comum em crianças é de 30 mg/kg, tomada em dose única diária de 10 mg/kg, durante 3 dias, ou a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 10 mg/kg no 1º dia e 5 mg/kg, 1 vez ao dia, do 2º ao 5º dia. 

Para o tratamento de crianças com otite média aguda, pode ser uma dose única de 30 mg/kg. Não se deve exceder a dose diária de 500 mg.

Existem casos, em que o médico pode alterar a posologia da azitromicina em crianças e adultos. 

É importante que o antibiótico seja utilizado de acordo com a orientação do médico, não devendo ser consumido sem que haja indicação, pois pode levar a sérias complicações.

Existe alguma relação entre a Azitromicina e o Coronavírus

Segundo as informações de alguns estudos feitos na França e outros países, a azitromicina parece ajudar no tratamento da infecção pelo novo coronavírus, principalmente quando combinada com a hidroxicloroquina.

No Brasil, o Conselho Federal de Medicina também aprovou o uso deste antibiótico,  junto com a hidroxicloroquina, para tratar pacientes com COVID-19 que apresentam sintomas leves a moderados, desde que seja com orientação de um médico e com consentimento da própria pessoa.

Apesar desse avanço,  mais estudos estão sendo feitos para entender a real eficácia da azitromicina contra o novo coronavírus, assim como identificar seus efeitos a longo prazo. 

Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias