• 24 de junho de 2022

Anorexia: O que é, Causas, Sintomas, Diferenças, Fatores de risco e Tratamentos

 Anorexia: O que é, Causas, Sintomas, Diferenças, Fatores de risco e Tratamentos

anoxeria

Você já ouviu falar sobre transtornos alimentares ou até mesmo já foi vítima de alguma doença que gere isso? Estima-se que a bulimia e anorexia atingem mais de 10 milhões de brasileiros. Mas vamos entender melhor sobre. 

Mas o que é a anorexia? Somente o excesso de magreza e a falta de apetite? 

Basicamente, a anorexia, também chamada de anorexia nervosa, é um transtorno alimentar capaz de afetar pacientes, seja homem ou mulher.

Ela pode ser causada por um desejo excessivo, ilimitado e sem controle de emagrecer e se manter em um determinado padrão de beleza que a sociedade impõe.

Quando um paciente possui anorexia, ele para de comer e não consegue ver que seu corpo, aos poucos, está definhando com a falta de nutrição adequada. 

Dessa forma o indivíduo anoréxico pode até mesmo deixar de sentir fome por completo.

Muitas pessoas confundem a bulimia e a anorexia. Apesar de similares, possuem evoluções diferentes e uma pessoa com anorexia também pode ter bulimia.

Causas do transtorno

Sua principal causa ainda é desconhecida.

A causa exata da anorexia ainda é desconhecida, mas os especialistas acreditam que fatores biológicos, psicológicos e ambientais estejam envolvidos nas hipóteses possíveis para a doença.

Mesmo se tratando de um distúrbio alimentar, a anorexia nervosa também se enquadra como um distúrbio de imagem, no qual o paciente não consegue aceitar seu corpo da forma como ele é, ou tem a impressão de que está acima do peso em níveis acima da realidade.

Outros desencadeadores do problema, são os genes e os hormônios também podem desempenhar um papel no seu desenvolvimento.

Atitudes sociais que promovem tipos de corpos muito magros também podem estar envolvidas. 

Em todas as hipóteses, esses fatores podem levar a um quadro de ansiedade, que faz a pessoa buscar maneiras bruscas de perder peso rapidamente.

Principais Sintomas

Assim como a bulimia, esse transtorno também apresenta alguns sintomas desconfortáveis para a pessoa. 

Entre os principais sintomas de anorexia, podemos destacar:

  • Perda excessiva do peso;
  • Emagrecimento que acontece muito rápido;
  • Ansiedade em relação às calorias presentes nos alimentos;
  • Quantidade de atividade física exagerada;
  • Comentários depreciativos sobre o próprio corpo;
  • Depressão;
  • Pele e lábios constantemente secos;
  • Lanugo (pêlos finos e alongados que crescem em certas partes do corpo);
  • Cansaço e fadiga constantes;
  • Falta de menstruação (para mulheres);
  • Disfunção erétil e diminuição da libido (nos homens)
  • Desmaios;
  • Tontura;
  • Pressão arterial baixa e
  • Isolamento social.

Diferença entre Anorexia e Bulimia

Muitas pessoas confundem quando se trata de anorexia e bulimia.

Mas para simplificar, basta entender que a anorexia é caracterizada por uma distorção da imagem corporal e um medo extremo de engordar, que levam a pessoa a utilizar diversos métodos para emagrecer, mesmo quando já está magro.

Já no caso da bulimia consiste na ingestão compulsiva de alimentos seguida de vômitos auto-induzidos, uso de laxantes e diuréticos, prática de atividade física intensa ou jejuns prolongados, com o intuito de não ganhar peso.

Mas vale lembrar que, pessoas com anorexia podem desenvolver bulimia como consequência do primeiro transtorno.

Fatores de risco

Ainda que não haja uma causa bem definida, existem alguns fatores de risco que podem colaborar para o desenvolvimento da anorexia. Entre eles estão:

Ser mulher: As mulheres têm mais facilidade de desenvolver o transtorno. Embora a quantidade de homens tenha aumentado. A pressão da mídia e redes sociais sobre um padrão de beleza feminino tem feito as mulheres a desenvolver transtornos como esses;

Adolescentes:  Muito comum entre os adolescentes por causa da pressão social nessa fase da vida e mudanças no corpo e mente;

Genética:  Algumas pesquisas mostram que alguns genes podem estar relacionados ao desenvolvimento da anorexia;

Histórico Familiar:  Ter alguém na família que tem ou já teve anorexia pode aumentar as chances de desenvolver;

Dietas extremas: Fazer dietas muito extremas para que possa atender as expectativas de corpo perfeito exigido pela sociedade;

Mudanças grandes:  Mudanças muito rápidas na rotina podem causar ansiedade e descontrole na alimentação, assim gerando um distúrbio alimentar.

Áreas artísticas: Pessoas ligadas a esporte e arte geralmente se cobram mais, por serem figuras públicas e trabalharem com a própria imagem, tendo que atender expectativas de milhares de pessoas.

Possíveis Tratamento

A boa notícia é que existe tratamento para esse tipo de caso. O tratamento da anorexia é feito por meio de medicamentos que ajudam, por exemplo, na diminuição da ansiedade.

Mas isso não anula a importância do acompanhamento psicológico que é essencial para que a doença não volte a gerar sofrimento ao paciente.

A reintrodução de alimentos na dieta do paciente deve ser feita de forma gradativa, para evitar danos a outras regiões do corpo. 

Quanto mais cedo a anorexia for detectada, melhores são as chances de recuperação do paciente, porque a falta de uma alimentação adequada pode acarretar em problemas de saúde diversos.

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias