• 24 de junho de 2022

WeedTube lança petição a favor da cannabis no Instagram

 WeedTube lança petição a favor da cannabis no Instagram

O “Youtube da cannabis” lançou um pedido de revisão das restrições envolvendo a planta no Instagram. A meta é um milhão de assinaturas. 

 

Você já acessou ou ouviu falar do WeedTube? Uma plataforma norte-americana voltada para a publicação de conteúdos canábicos. 

Quem teve essa ideia foi Arend Richards, fundador do projeto. Ele decidiu tomar essa iniciativa depois de sofrer com uma série de bloqueios de outra plataforma, o Youtube. Lá, no canal “TheStonerGay”, ele conseguia expressar quem realmente era. 

Richards, publicava vídeos sobre identidade de gênero, sexualidade e cannabis, mostrando um pouco do seu dia a dia atrelado com esses temas. 

Porém, devido às restrições presentes nas redes, o seu canal acabou sendo derrubado por “ferir as diretrizes do aplicativo”. 

A ideia de inaugurar uma plataforma alternativa e dar mais visibilidade para o tema, não foi o suficiente para o influenciador. Agora, a busca é pela democratização em outros locais, um deles, o Instagram. 

Petição 

Todos os aplicativos tem um conjunto de regras que devem ser seguidas pelos seus usuários. Essas diretrizes foram estabelecidas para evitar plágios, conteúdos inadequados e possíveis ofensas. 

Por não ser legalizado em boa parte do planeta, o tema cannabis é visto com receio por plataformas como Instagram, Facebook, Youtube e TikTok. 

Isso faz com que publicações envolvendo a planta e o uso de hashtags voltadas para a mesma, corram o risco de serem derrubadas. 

A solução de parte desse problema pode vir com uma petição iniciada pelo WeedTube, que pretende chegar a um milhão de assinaturas.

O objetivo é chamar os responsáveis pelo Instagram para uma conversa. 

A ideia é uma reavaliação das normas do aplicativo voltadas à cannabis, através de uma reunião com diversos especialistas da área, para propor uma flexibilização por parte da empresa. 

O fato de que o mercado canábico vem crescendo muito nos últimos anos, aliado com o aumento dos países legalizados, dá esperança de um desfecho positivo para os defensores da erva. 

Segundo o próprio Richards, essas limitações não permitem “oportunidades de marketing justas e iguais em um setor em rápido crescimento”. 

Como participar?

A petição foi criada no site charge.org e pode ser assinada através do link abaixo: 

Clique aqui! 

 

Gustavo Lentini

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por futebol e pela comunicação.

Mais Notícias