• 25 de junho de 2022

Veto derrubado: Projeto de cannabis medicinal na Paraíba é aprovado

 Veto derrubado: Projeto de cannabis medicinal na Paraíba é aprovado

Com a maioria dos votos, a Assembleia Legislativa do estado derrubou o veto do governador e aprovou uma política de incentivo sobre cannabis medicinal

Junho estreou com uma vitória para os defensores da cannabis na Paraíba. No primeiro dia do mês, a Assembleia Legislativa do estado (ALPB)  derrubou o veto do governador sobre um projeto de lei que incentiva pesquisas com a cannabis.

Durante uma sessão extraordinária realizada de forma virtual, o  Projeto de Lei 1920/2020 voltou aos debates da Assembleia e foi aprovado com a maioria dos votos.

A proposta visa não só a promoção de estudos com a planta no estado, como também a difusão de informações sobre tratamentos à base de cannabis para pacientes.

Ela já tinha sido aprovada em abril por unanimidade no plenário, sem contar que também foi aprovada pela Comissão de Saúde, Saneamento, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional da Assembleia antes de seguir para votação.

Agora, só restava a sanção do governador da Paraíba,  João Azevêdo (Cidadania) para virar lei. Mas foi vetado. 

Campanha para derrubar o veto

Assim que a notícia do veto se espalhou, vários defensores da cannabis usaram as redes sociais para protestar contra a decisão do governador do estado. 

O movimento começou pela Liga Canábica, associação da Paraíba que ajuda pacientes e também virou pauta da Abrace Esperança, única entidade autorizada a plantar cannabis não só do estado, mas do país. 

A Liga Canábica criou até um site chamado Minha Jampa, que influenciava as pessoas a pressionarem os políticos por meio de cartas ao e-mail dos deputados. 

Segundo a associação, os argumentos apresentados pelo governador não se justificam. João Azevedo chegou a elogiar a PL, mas alegou é inconstitucional. 

Contudo, defensores da proposta alegam que o projeto de lei trata de ações locais inseridas em políticas públicas que já existem.

De volta ao plenário

Durante a sessão extraordinária desta terça-feira (1), a  proposta da deputada Estela Bezerra voltou aos debates e contou com a participação de 35 dos 36 deputados da casa, onde 30 deles votaram pela derrubada do veto.

O voto da maioria foi influenciado pelo depoimento da Dra Paula (Progressistas), que no início da sessão explicou a importância de um projeto como esse. 

Muitos deputados disseram esclarecidos com a fala da deputada e que os ajudou a tomar uma posição sobre o assunto.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias