• 16 de agosto de 2022

Uruguai estuda legalizar a maconha para turistas

 Uruguai estuda legalizar a maconha para turistas

Uruguay winery direction sign

O projeto para permitir que os turistas possam fumar a erva legalmente entrou em discussão no país. O deputado idealizador da proposta confessa estar otimista. 

 

Na última sexta-feira (10), o deputado Eduardo Antonini apresentou um projeto para liberar o uso da maconha para turistas no Uruguai. 

A ideia do político é que essas pessoas possam consumir a erva a partir dos três mecanismo estabelecidos no país sobre o assunto: o cultivo, os clubes canábicos e a compra nas farmácias. 

Segundo ele, com a aprovação da proposta, os turistas podem, por exemplo, se associar temporariamente aos hotéis temáticos da região ou realizar um cadastro com algum órgão governamental, que possibilite a aquisição nas drogarias. 

Atualmente, apesar do Uruguai ser um dos locais com maiores avanços em relação à cannabis, não é permitido que os visitantes utilizem o composto. 

Fator econômico 

O turismo é um dos principais setores da economia em boa parte do mundo. Para Antonini, o projeto em questão seria fundamental para impulsionar esse mercado no país. 

Autorizar que os turistas “fumem um” acarretaria em maiores lucros, novos investimentos e mais opções de lugares de trabalho. 

Esse modelo, por exemplo, funciona bem na Califórnia, nos Estados Unidos. Com a liberação para os visitantes, somente as fazendas de cultivo da região atraíram cinco milhões de turistas em 2019, além de garantir uma grande quantia de dinheiro em impostos. 

Recentemente, em um levantamento da revista Forbes, foi constatado que 50% dos millennials do país norte-americano são influenciados pela legalização da cannabis na hora de escolher o destino da sua viagem

Luta contra o tráfico 

Outro motivo defendido pelo deputado é a luta contra o tráfico de drogas. Para ele, autorizar o consumo para turistas diminuiria uma das áreas de atuação desses grupos. 

“Cada pedaço que se tira do mercado clandestino é importante” afirma Eduardo Antonini. 

Apesar de ser o primeiro país do planeta a legalizar a cannabis, o Uruguai ainda enfrenta problemas com o narcotráfico. 

Marcos Baudean, sociólogo que trabalha na Universidade ORT de Montevidéu, fez questão de ressaltar a situação do local sobre esse assunto: 

“Foi um exagero acreditar que, com a legalização da maconha, os problemas com o tráfico de drogas terminariam” afirmou em entrevista para a BBC Mundo, em 2021. 

Gustavo Lentini

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por futebol e pela comunicação.

Mais Notícias