• 16 de agosto de 2022

Suíça aprova o primeiro projeto voltado para a venda recreativa da cannabis

 Suíça aprova o primeiro projeto voltado para a venda recreativa da cannabis

Swiss flag waving and tourists admire the peaks of Jungfrau mountain on a Mannlichen viewpoint, Bernese Oberland Switzerland

Aprovada pelo governo, o piloto começará de forma reduzida e visa o combate ao mercado ilegal da erva na Suíça.

 

A legalização total da cannabis está mais próxima de acontecer na Suíça. Nesta terça-feira (19), o governo local sinalizou de forma positiva para a venda da erva de forma recreativa. 

Até o momento, a autorização só foi concedida para a cidade de Basileia, onde será avaliado o comportamento da população perante a comercialização canábica, que acontecerá diretamente das farmácias da cidade. 

Outros locais, como Genebra, Zurique e Berna, também solicitaram a implementação do projeto. 

Como vai funcionar? 

Inicialmente, o governo suíço irá realizar testes com uma porcentagem reduzida da população de Basileia, com o objetivo de analisar na prática a comercialização total da cannabis. 

A ideia, em conjunto com a Universidade de Basel, é reunir cerca de 400 pessoas, todas com mais de 18 anos, para observar questões comportamentais dos participantes. 

Segundo um comunicado emitido pelas autoridades locais, o principal intuito de uma possível regulamentação, é combater a distribuição da erva mercado ilegal, que de acordo com uma estimativa do escritório da saúde, abastece cerca de 220.000 habitantes do país. 

A tendência é que a proposta seja implementada em setembro deste ano. 

Situação atual

Atualmente, a Suíça tem medidas voltadas para o uso medicinal da cannabis. As etapas de autorizar, monitorar o cultivo e comercializar os produtos, são feitas pela Swissmedic, um órgão nacional de supervisão. 

Produtos que contém mais de 1% de Tetrahidrocanabinol (THC) em sua composição, são proibidos no país. O uso deles, inclusive, pode gerar uma multa de 100 francos (R$491 na cotação atual). 

Entretanto, segundo a atual legislação suíça, o porte de até 10 gramas da erva para uso pessoal, desde que não seja utilizada por menores, não é considerado crime. 

Além dos projetos voltados para a regulamentação para fins recreativos, as autoridades suíças pretendem facilitar ainda mais o acesso à cannabis medicinal no seu território. 

Gustavo Lentini

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por futebol e pela comunicação.

Mais Notícias