• 21 de junho de 2021

Paulo Teixeira irá acionar Conselho de Ética contra deputado que o agrediu

 Paulo Teixeira irá acionar Conselho de Ética contra deputado que o agrediu

Reprodução

O deputado Diego Garcia empurrou Teixeira durante uma discussão sobre o projeto de lei de cannabis. Caso seja penalizado, há a possibilidade até do bolsonarista ter a suspensão das atividades.

O presidente da Comissão de Medicamentos Formulados de Cannabis, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), disse que vai acionar o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara contra o deputado Diego Garcia (Podemos-PR).

O pedido é resultado de mais um episódio de reuniões da comissão que analisa uma proposta para a regulamentação do uso da cannabis no Brasil. 

O Projeto de Lei 339 tem causado polêmicas principalmente porque autoriza o cultivo da planta em solo brasileiro. 

Reprodução

Agressão

Na sessão da última terça-feira (18), o deputado Diego Garcia tirou o microfone de Teixeira e o empurrou, como mostraram as imagens ao vivo da TV Câmara. Embora o ângulo não deixasse as coisas muito claras, Teixeira disse ter recebido um soco no peito. 

“Esse deputado chegou aqui na minha frente e me deu um murro no peito!” argumentou Teixeira.

Ele, e mais outros deputados começaram a aumentar o tom de voz depois que Paulo Teixeira seguiu a sessão sem fazer uma votação nominal, que segundo o deputado, foi aceita ainda no começo da reunião.

A votação seria uma tentativa de adiar as discussões sobre a pauta por mais cinco sessões. 

O deputado Diego Garciase alterou e foi até o presidente da comissão, seguido dos demais membros também se levantaram e foram até a mesa onde os dois estavam. 

Mais tarde, quando Garcia teve a palavra, argumentou que não agrediu o deputado petista. 

“Em momento algum eu agredi vossa excelência. A minha intenção não era essa. Eu queria que você parasse de falar, sendo que o meu requerimento para uma votação nominal foi feito”, explicou o deputado. 

Denúncia ao Conselho de Ética

Contudo, isso não pareceu convencer o presidente da comissão, que rebateu a fala do deputado e ainda acrescentou que não recebeu nenhum pedido de desculpas.

Desde que as sessões sobre o assunto voltaram a acontecer no mês passado, os ânimos entre os favoráveis e contrários à pauta têm se acalorado no plenário. 

Agora, em confirmação a alguns veículos de comunicação, Teixeira disse que irá denunciar o parlamentar por agressão. 

Caso o Conselho de Ética aceite o pedido do petista, o deputado Eduardo Garcia pode sofrer penalidades, que podem chegar até a suspensão do exercício do mandato.

Veja o vídeo:

Avatar

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias