• 28 de junho de 2022

Quais os benefícios do CBD para a saúde?

 Quais os benefícios do CBD para a saúde?

Provavelmente você já ouviu falar sobre os benefícios do CBD para a saúde, mas quais são e quais as dosagens corretas para o seu uso?

O canabidiol, ou CBD é um dos 60 compostos ativos na planta cannabis. Esses compostos, conhecidos como canabinóides, afetam o corpo de muitas formas diferentes.

O CBD não é intoxicante, o que quer dizer que não causa efeitos colaterais fortes. Os especialistas sugerem que pode ajudar:

Independentemente da condição que o paciente pretende tratar com o canabidiol, é necessário consumir uma dose adequada, caso contrário, pode não funcionar.

Pode ser difícil descobrir o quanto de CBD um paciente deve tomar. O composto não é atualmente regulamentado pela Food and Drug Administration (FDA) e não existem dosagens oficialmente recomendadas.


O que dizem as pesquisas sobre o CBD?

Nos últimos anos, o composto tem sido pauta para muitas discussões e estudos.

Assim como uma revisão feita 2017 mostrou, muitas pesquisas revelam que é um tratamento relativamente seguro.

Os estudos analisados durante essa revisão não mostrou que existem uma dose universal de canabidiol que todos deveriam usar. Em vez disso, mostrou que pessoas diferentes (e, nos estudos com animais) respondem de diferentes formas ao ingerir dosagens a base desse canabinóide. A maioria dos estudos feitos em humanos usam dosagens entre 20 a 1.500 miligramas por dia.

Lembrando que, ainda há muita coisa a ser descoberta sobre o cannabidiol. A medida que a indústria da cannabis cresce, os cientistas têm realizado mais e mais estudos sobre a planta e seu compostos.

Descobrindo a quantidade certa de canabidiol

Para saber a quantidade de CBD que o paciente deve tomar, depende de vários fatores, aos quais incluem.

  • Peso do corpo;
  • A condição que está sendo tratada;
  • Sua química corporal individual;
  • Concentração do canabinoide em cada comprimido, cápsula, gota ou goma.

Em outras palavras, existem vários fatores para decidir quanto de canabidiol pode tomar.

Antes de tentar o uso do canabidiol, o ideal é falar com um médico especialista sobre a dosagem apropriada e qualquer risco que possa oferecer, é importante seguir as recomendações.

Principalmente se um medicamento com receita médica que a contenha CBD estiver sendo tomado, como Epidiolex, uma forma de medicamento para convulsões.

Geralmente os médicos orientam os pacientes a começarem com uma dose mínima e gradualmente ir aumentando. No início pode ser de 20 a 40 mg por dia.

Depois de uma semana, ir aumentando em 5 mg. Deve continuar até sentir que está tratando os sintomas.

Por exemplo, pode iniciar com 40 mg para tratar uma dor forte. Tomando 40 mg nos dias em que a dor for intensa demais. Após duas semanas, pode usar 50 mg. Neste ponto, a dor se torna suportável.

E bom observar quanto de CBD está sendo consumido e se os sintomas estão melhorando.

Como calcular a dosagem desse canabinoide

Alguns produtos, como as gomas, cápsulas, ou comprimidos, revelam quanto custa uma porção. Por exemplo, a embalagem em um frasco de cápsulas de CBD, pode indicar que existem 5 mg de canabidiol por cápsula.

Se uma pessoa estiver usando óleo de CBD, provavelmente virá em um frasco conta-gotas. 

A embalagem pode especificar a quantidade do composto em uma gota. Através disso, é possível saber quantas gotas são necessárias usar.

Às vezes é difícil descobrir a quantidade da substância em uma gota, pois a embalagem pode especificar a quantidade total do frasco, mas não a quantidade que estará isolada em uma única gota.

Uma gota chega cerca de 0,05 ml. Ou seja, não é um conta-gotas completa, apenas uma gota.

Isso quer dizer que um frasco de 10 ml de óleo CBD contém 200 gotas. E se a embalagem desse frasco indicar que o frasco contém 1.000 mg da substância , cada gota conterá cerca de 5 mg de cannabidiol.

Portanto, para ter 20 mg desse tipo de óleo CBD, deve-se tomar quatro gotas.

É possível consumir muito CBD?

Uma revisão feita em 2011, sobre a segurança e os efeitos colaterais do composto, foi descoberto que o uso contínuo de cannabidiol, mesmo em altas doses como 1.500 mg por dia, é bem tolerado pelos humanos.

Em 2017 outra revisão foi feita, esta revisão também confirmou isso. No entanto, um estudo de 2019 realizado em ratos levantou alguns pontos preocupantes de segurança sobre o potencial do CBD para danos no fígado e suas interações com outros medicamentos.

Se a pessoa estiver tomando medicação e quiser experimentar o CBD, é aconselhável conversar e pedir orientação do médico.

Existem muito poucos efeitos colaterais conhecidos do CBD. Quando esses efeitos acontecem, eles podem causar algumas reações no organismo.

Possíveis efeitos colaterais

  • Fadiga;
  • Diarreia;
  • Mudanças no apetite;
  • Mudanças de peso.

Se a intenção e uma maneira rápida e fácil de comprar CBD, existem muitas. Lembrando que é importante pesquisar cada marca antes de comprar.

Apesar de o CBD puro e genuíno ser considerado seguro, produtos falsos e de baixa qualidade estão rodando por aí e podem ser perigosos.

O CBD não é regulamentado pelo FDA, portanto, é de responsabilidade pessoal garantir que você esteja usando apenas produtos de alta qualidade. Procurar produtos de uma marca respeitável com testes de terceiros e evitar empresas com histórico de rotulagem imprecisa é o certo a se fazer.

Um relatório de 2018 do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) ,l observou que 52 moradores de Utah, nos Estados Unidos, tiveram prejuízos no que se trata de reações a determinados produtos de CBD.

Foi verificado que a maioria deles usava produtos que incluíam o canabidiol sintético. Outros não continham informações sobre o fabricante ou seus ingredientes.

Fale com o seu médico

Quando se trata de decidir qual dosagem de CBD deve usar, conversar com seu médico é importante. Embora nem todos os especialistas consigam informações claras sobre o CBD, dependendo das leis do local, alguns podem ajudar a recomendar dosagens ou marcas de alta qualidade e confiáveis. Consulte seu médico antes de tentar qualquer uso de CBD, principalmente se você estiver tomando algum medicamento.

Ficou curioso, deseja saber mais sobre o CBD? Clique aqui.

Referências

  • Healthline

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias