• 24 de junho de 2022

Nova Iorque dará licenças de cannabis para ex-condenados

 Nova Iorque dará licenças de cannabis para ex-condenados

O estado norte-americano será o primeiro a tomar essa decisão, em que pessoas afetadas pela criminalização da cannabis terão licenças para plantar e abrir dispensários. 

O Conselho de Controle de Cannabis do Estado de Nova Iorque votou por unanimidade na quinta-feira para propor os regulamentos e permitir que as primeiras duzentas licenças sejam concedidas a pessoas que foram condenadas por crimes relacionados à maconha

A decisão é ousada e favorece as vítimas da guerra às drogas, marcando a primeira ação nesse sentido no país entre os 36 estados que já legalizaram pelo menos alguma forma de cannabis. 

Iniciativa 

A governadora Kathy Hochul anunciou na quinta-feira que a política faz parte do que ela chama de Iniciativa de Oportunidade de Semeadura. 

Um esforço para garantir que as comunidades que foram mais afetadas pela proibição da maconha tenham alguma vantagem dentro do mercado multimilionário do estado. 

A maioria dos estados que têm a cannabis legalizada proibiu pessoas com crimes por drogas a entrar no mercado legal.

“O estado de Nova Iorque está fazendo história, lançando uma abordagem inédita para a indústria da cannabis que dá um grande passo à frente para corrigir os erros do passado”, disse Hochul em comunicado. 

Ainda este ano 

Espera-se que os pedidos de licenças prioritárias sejam abertos em junho de 2022.

As primeiras licenças devem ser distribuídas no início de setembro de 2022, com lançamento de vendas antes do fim do ano. 

Novos rostos no mercado

Durante uma coletiva de imprensa, Chris Alexander, diretor executivo do Office of Cannabis Management do estado, admitiu que Nova Iorque demorou para lançar seu mercado de uso adulto legal, pois esperaram para fazer tudo do jeito certo.

“Estamos tomando o caminho mais difícil e é um que nenhum estado fez antes”, disse Alexander. “Ao invés de abrir nosso mercado com as mesmas operadoras existentes que estão dominando o espaço nacional, decidimos colocar aqueles que foram mais impactados no centro do que estamos construindo aqui.”

Alexander diz que há muitos candidatos em potencial, já que o estado prendeu mais de um milhão de pessoas nos últimos 20 anos por crimes relacionados a maconha.

Os candidatos devem ter sido condenados antes do ex-governador Andrew Cuomo assinar a Lei de Regulamentação e Tributação da Maconha em 31 de março de 2021. 

Para quem teve um pai, responsável legal, filho, cônjuge ou dependente condenado por um crime também são elegíveis.

Luta por direitos

A senadora Liz Krueger, uma democrata de Manhattan que lutou por sete anos para aprovar a Lei de Regulamentação e Tributação da Maconha, diz que garantir que as pessoas saiam do mercado ilegal é uma das metas mais importantes do programa de Nova Iorque.

“Se não fosse para tirar pessoas do mercado ilegal e passar para o mercado legal, não estariamos lutando tanto por isso”, disse Krueger durante uma entrevista na quinta-feira.

Lucro e cultivo

O mercado legal de cannabis de Nova Iorque será um dos maiores do país.  Estima-se que acumule US $4,2 bilhões em vendas até 2027. 

Mas muitos empreendedores decidiram não esperar por licenças, e o estado atualmente abriga um vibrante mercado paralelo de cannabis que opera ao ar livre – de “clubes de maconha” na Oitava Avenida em Manhattan a trailers que estacionam na rua do Harlem.

No final de fevereiro, a governadora Hochul assinou um projeto de lei permitindo que os agricultores de cânhamo de Nova Iorque cultivassem maconha. Esses agricultores vão abastecer os dispensários de equidade social com o produto. 

Corrigindo erros

A líder da maioria na Assembleia de Nova Iorque, Crystal Peoples-Stokes, disse que a abordagem do estado está concentrada em corrigir os erros da guerra às drogas.

“O estado de Nova Iorque está fazendo o que nenhum outro estado fez, concentrando-se nas pessoas mais criminalizadas pela proibição da cannabis e promovendo os agricultores”, disse Peoples-Stokes em comunicado.

Espera-se que a Iniciativa de Oportunidade de Semeadura seja financiada por uma doação de US $200 milhões proposta pela governadora Hochul.

O programa de investimento em cannabis de capital social de Nova York ajudará os requerentes de capital licenciado a encontrar, alugar e reformar vitrines em dispensários de cannabis.

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias