Holanda vai lançar programa piloto de legalização da cannabis - Cannalize
Holanda vai lançar programa piloto de legalização da cannabis

Holanda vai lançar programa piloto de legalização da cannabis

Sobre as colunas

As colunas publicadas na Cannalize não traduzem necessariamente a opinião do portal. A publicação tem o propósito de estimular o debate sobre cannabis no Brasil e no mundo e de refletir sobre diversos pontos de vista sobre o tema.​

Em dezembro deste ano a Holanda lançará oficialmente o seu programa piloto para legalizar a venda de cannabis para uso adulto no país.

Traduzido da Forbes

Tal como anunciado em Fevereiro, os Países Baixos vão lançar um programa piloto para explorar a venda legal de cannabis. A iniciativa, que sofreu vários atrasos desde que recebeu a aprovação do Senado em 2019, agora foi oficialmente confirmada pelo governo holandês para começar em 15 de dezembro.

O programa visa avaliar se as cafeterias dos municípios participantes receberão autorização para vender legalmente cannabis.

O piloto envolverá a participação das cidades de Breda e Tilburg, onde cafés selecionados destes municípios serão inicialmente autorizados a vender produtos de cannabis cultivados legalmente.

Nova experiência

Ao contrário do que muitos podem pensar, a Holanda nunca legalizou a cannabis. No entanto, desde a década de 1970, o país implementou uma política de tolerância em relação às chamadas “drogas leves”, como a cannabis. 

A política permite que os vendedores de cannabis operem os seus negócios sem receio de serem processados ​​e levou à proliferação de cafetarias em todo o país. Por isso, na fase inicial do plano, as cafetarias de Breda e Tilburg receberão a sua cannabis de dois produtores oficiais de cannabis.

Durante as primeiras seis semanas do programa, as cafetarias serão autorizadas a obter fornecimentos de cannabis dos seus fornecedores ilegais existentes no mercado, à medida que estes fazem a transição, enquanto os novos fornecedores legais são introduzidos gradualmente.

Assim que o “wietexperiment” (ou weed experiment) de quatro anos estiver totalmente operacional, envolverá dez cidades holandesas, além de Amsterdam-Oost , um bairro da capital holandesa.

Tudo depende

O desenvolvimento da fase inicial será monitorado e, se existir preocupações significativas relativamente à segurança ou à ordem pública, o programa poderá ser concluído prematuramente. 

Além disso, a avaliação do programa piloto será partilhada com todas as outras cidades participantes para melhorar os processos e sistemas para uma fase de transição mais suave.

O anúncio do programa piloto para legalizar a venda de produtos de cannabis surge depois de Amesterdã ter imposto certas restrições ao consumo de cannabis em espaços públicos, a fim de evitar o turismo barulhento.

Com isso, a Holanda torna-se o segundo país europeu a lançar um programa piloto sobre a venda de cannabis legal para uso adulto e o primeiro nos Estados-Membros da UE.

O modelo de programa piloto, concebido para avaliar as vantagens e desvantagens da legalização do uso por adultos, foi lançado pela Suíça (que não faz parte da UE) no ano passado e está atualmente ativo em várias cidades.

O lançamento do programa piloto é significativo tanto para os Países Baixos como para a UE.

Impacto significativo na indústria

A política de tolerância na Holanda tem enfrentado críticas ao longo dos anos. A política conduziu a uma situação em que grupos do crime organizado envolvidos no tráfico ilegal de drogas foram autorizados a fornecer e a tornar-se a principal fonte de maiores quantidades de cannabis e outras drogas.

Portanto, a potencial legalização das vendas de cannabis nos Países Baixos pode ter um impacto significativo na indústria da cannabis no país através do aumento das receitas fiscais, da melhoria da qualidade do produto e de possíveis investimentos.

Do ponto de vista europeu, o modelo do programa piloto pode representar uma estratégia tranquila para outros países europeus que pretendem legalizar a cannabis. 

Como por exemplo, o processo de legalização na Alemanha, cujo governo aprovou recentemente o projeto de lei para legalizar a posse, o cultivo e a criação de clubes sociais de cannabis no país, e poderá ser implementado em breve.

No entanto, as leis europeias e os tratados internacionais ainda impedem os países de legalizar a venda de cannabis . Portanto, se os Países Baixos prosseguirem a legalização, terão de colaborar com a Comissão da UE para garantir que a lei proposta esteja alinhada com os regulamentos internacionais e da UE.

 Aprenda sobre cannabis medicinal!

A Dr. Cannabis é um portal de educação sobre a planta que pode te ajudar de várias maneiras, desde a prescrição, cuidado até o funcionamento do mercado. Veja mais

Tags:

Artigos relacionados

Relacionadas