• 28 de junho de 2022

Em resposta aos protestos Bolsonaro diz que foi “falta de maconha”

 Em resposta aos protestos Bolsonaro diz que foi “falta de maconha”

Foto: Antonio Cruz/Ag. Brasil

Dois dias depois das manifestações contra o seu governo, o presidente minimizou a quantidade de manifestantes nas ruas, dizendo que o motivo foi a “falta de dinheiro e de maconha”. 

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada nesta segunda-feira (31), o presidente Bolsonaro (sem partido) disse que as manifestações do último sábado (29) contra o seu governo são “a falta de maconha”. 

Embora as manifestações já estavam programadas há um tempo, essa foi a primeira vez que o presidente falou sobre o assunto. 

Foto: Antonio Cruz/Ag. Brasil

Os protestos aconteceram em pelo menos 85 cidades por todo o país e por diversos grupos diferentes. Contudo, todos pediam principalmente o impeachment do presidente, mais vacinas e a volta do auxílio emergencial. 

No seu comentário, além de dizer que foram poucas  pessoas que compareceram, Bolsonaro também completou que faltou “dinheiro e maconha”.

“Vocês sabem por que teve pouca gente nessa manifestação da esquerda no fim de semana? Porque a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal estão aprendendo muita maconha pelo Brasil. Faltou erva e dinheiro para o movimento aí”, ironizou. 

No mesmo dia, ele anunciou o comparecimento em mais uma “motociata” que vai acontecer no próximo dia 12 de junho em São Paulo. 

Depois do evento feito no Rio de Janeiro, Bolsonaro diz que espera mais de 1 milhão de motos nas ruas da capital paulista.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias