• 26 de outubro de 2021

Com investimento de milhões, Snoop Dogg investe na produção de cannabis medicinal

 Com investimento de milhões, Snoop Dogg investe na produção de cannabis medicinal

Com o avanço da cannabis no meio corporativo, diversas empresas têm crescido nesse ramo. Atualmente uma empresa liderada pela administração de Snopp Dogg levantou um investimento de cerca de 15 milhões de dólares.

Recentemente, a empresa AceCann levantou cerca de 15 milhões de dólares (13 milhões de euros) em uma rodada de investimentos liderada pela Casa Verde Capital, uma empresa de capital de risco co-fundada pelo rapper americano Snoop Dogg. 

De acordo com a empresa de cultivo, processamento, extração e pesquisa de cannabis medicinal este investimento será utilizado no desenvolvimento de um centro fabril em Vendas Novas. 

Baseado nessas instalações que a empresa pretende “cultivar, processar e extrair produtos médicos da cannabis”.

Segundo a mesma, a construção do centro começou no mês de setembro deste ano.

“Nosso objetivo é criar o ‘padrão ouro’ em cannabis medicinal, que vai do cultivo à comercialização, detendo a propriedade intelectual em todas as fases da cadeia de valor”, disse Pedro Gomes, CEO da empresa portuguesa AceCann, citado em um comunicado.

 “Com o apoio de nossos investidores, seremos capazes de acelerar nossa missão de desenvolver produtos consistentes e de alta qualidade que dêem aos pacientes acesso a inovações transformadoras”. acrescentou o CEO.

Gerenciamento

Conforme explicado pela empresa em um comunicado, a AceCann está se voltando para a produção de cannabis com métodos de cultivo de menores escalas.

Com as novas instalações, a empresa explica que poderá gerenciar com precisão a temperatura, a umidade e outras variáveis para possivelmente garantir que cada implante tenha os cuidados necessários.

Yonatan Meyer, sócio da Casa Verde, explica que o investimento na empresa portuguesa surge num momento em que a legalização está a varrer a Europa, antecipando um crescimento rápido e exponencial da procura de flores e extratos de cannabis de elevada qualidade.

“Temos a intenção de obter um crescimento através de uma equipe com experiência única e técnicas de cultivo e extração e uma extensa rede”, diz Meyer, AceCann.

“Poderia se tornar um fornecedor premium para a expansão da indústria de cannabis medicinal na Europa”. acrescenta o sócio.

A empresa portuguesa, que foi fundada em 2019, recebeu a pré-licença de cultivo, importação e exportação, concedida pelo regulador do Infarmed, em junho do ano passado. 

É estimado que o mercado europeu de cannabis deve movimentar  3,4 bilhões de dólares (2,94 bilhões de euros) até 2024.

Referências

  • Remo News
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias