• 30 de julho de 2021

Cannabis pode aliviar a dor causada pela anemia falciforme, diz estudo.

 Cannabis pode aliviar a dor causada pela anemia falciforme, diz estudo.

Uma nova pesquisa mostrou que pacientes que se encontram nessa condição, podem obter alívio durante o tratamento através do uso da cannabis medicinal.

Os pesquisadores da Universidade da Califórnia, realizaram um estudo que mostra o poder da cannabis no tratamento de dor crônica associada à doença das células falciformes.

Os resultados da pesquisa, ao qual foi liderada pela pesquisadora Kalpna Gupta da Universidade da Califórnia em Irvine e também pelo Dr. Donald Abrams da UC San Francisco, foram publicados na semana passada pela revista Jama Open Network.

“Esses incríveis resultados mostram que a cannabis vaporizada parece ser segura”, disse Gupta, professora de medicina da faculdade do Centro de Estudos da Cannabis da UCI.

“Eles também sugerem que os pacientes com anemia causada pelas células falciformes podem obter alívio em sua dor com a cannabis e que a planta pode ajudar a sociedade a lidar com as crises de saúde pública relacionada aos opioides (medicamentos mais comuns indicados para dores, porém com efeitos colaterais fortes). Sem dúvidas, ainda precisamos de estudos mais amplos e com mais participantes para nos dar uma visão mais clara de como a cannabis pode beneficiar pessoas com dor crônica. ” acrescentou a professora.

O que é a doença falciforme?

A Doença Falciforme é uma síndrome que afeta os glóbulos vermelhos do sangue (hemácias), diante de certas condições, alteram sua forma e se tornam parecidos com uma foice, daí que surge o nome falciforme.

Normalmente as hemácias têm a forma de um disco bicôncavo (que apresenta duas faces côncavas opostas). Essas células são muito flexíveis e passam facilmente por pequenos vasos sanguíneos.

Desta forma elas se adaptam perfeitamente para a entrega do oxigênio para os vasos menores e para as áreas mais remotas do corpo. Dentro de cada hemácia existem milhões de moléculas de hemoglobina (proteína formada de uma sequência específica de aminoácidos) que realizam o transporte de oxigênio ao nosso organismo.

Na Anemia Falciforme o aminoácido ácido glutâmico é substituído por outro chamado valina. Esta substituição de aminoácidos é que causa o fenômeno de afoiçamento.

Como o estudo foi feito?

Durante a pesquisa, 23 pacientes com essa doença participaram das sessões de cinco dias de internação, em que inalaram cannabis vaporizada ou um placebo (substância ou tratamento inerte que não apresenta interação com o organismo) vaporizado.

Duas sessões foram realizadas com pelo menos 30 dias de intervalo, para que cada participante pudesse atuar com seu próprio grupo de controle, completando uma sessão com cannabis e outra com o placebo. Os pacientes também usaram analgésicos durante o estudo.

O produto de cannabis usado no estudo continha 4,4% de THC e 4,9% de CBD. Os especialistas avaliaram os níveis de dor dos participantes durante todo período de tratamento e determinaram que a eficácia da cannabis na redução da dor parecia aumentar ao longo do tempo. Conforme o período de estudo de cinco dias avançava, os participantes relataram que sua dor afetava atividades comuns como caminhar e dormir. Também foi notado uma redução na gravidade da dor dos sujeitos afetando o humor.

Problemas no sangue pode resultar em fortes dores

Geralmente, os problemas das células falciformes, é um grupo de doenças que ocorre no sangue. Elas são caracterizadas por moléculas de hemoglobina (substância que contém ferro), que resultam em glóbulos vermelhos em forma de foice.

Essa doença pode levar a obstruções do fluxo sanguíneo que causam um certo desconforto crônico e episódios de dor intensa que na maioria são tratados com opióides, que podem ser viciantes e ter outros riscos à saúde.

Em 2018 um estudo do Yale New Haven Hospital e da Universidade de Yale descobriu que pacientes com essa doença costuma recorrer à cannabis para alívio da dor.

“A dor faz com que muitas pessoas se voltem para o uso da planta ou derivados e é, de fato, a principal razão pela qual as pessoas pensam em buscar cannabis em dispensários”, disse Gupta. “Ainda não sabemos se todas as formas de produtos a base de cannabis terão um efeito semelhante na dor crônica. A cannabis vaporizada, que usamos, pode ser mais segura do que outras formas, porque quantidades menores atingem a circulação do corpo. Este questionamento abre as portas para o teste de diferentes formas de cannabis medicinal para tratar a dor crônica. ”

O estudo mostrou que a redução da dor após a vaporização da planta não diminuir o bastante. No entanto, causou alívio a dor dos pacientes que a receberam e tiveram um desempenho melhor que o uso de placebo, levando os especialistas a pedir que mais estudos sejam feitos.

“O uso da cannabis através da inalação parece ser seguro quando usado em conjunto com outros medicamentos e melhor que o placebo na redução da dor”, disse Abrams.


Referências

  • Hightimes
  • Ameo
Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias