• 17 de agosto de 2022

Cannabis para cristãos: conheça a ideia de um pastor estadunidense

 Cannabis para cristãos: conheça a ideia de um pastor estadunidense

Com a ajuda da erva, o pastor Craig Gross quer incentivar os cristãos a aprofundar o seu relacionamento com Deus. 

 

Historicamente, nos acostumamos a ver a cannabis e o cristianismo de lados opostos. As questões sobre a erva sempre foram tratadas como um tabu por quem segue a religião. 

A proposta da Christian Cannabis, criada pelo pastor norte-americano Craig Gross, é justamente quebrar essa barreira. 

Segundo ele, a empresa visa comercializar e incentivar esse grupo a usar a planta, com o objetivo de aprofundar a sua relação com Deus. 

Transformação

Nos últimos anos, a concepção de Craig sobre a cannabis mudou drasticamente. O pastor cresceu ouvindo sobre os malefícios da erva e a política antidrogas. 

Porém, com problemas de saúde e tendo que lidar com o luto do falecimento do seu pai, ele decidiu deixar o preconceito de lado e começou a se tratar medicinalmente com produtos canábicos. 

Em 2019, devido a grande transformação em sua vida, decidiu investir no ramo, abrindo uma empresa canábica voltada para os cristãos. 

Segundo o empresário, a cannabis aprofundou a sua conexão com a religiosidade: 

Tem um lugar em sua prática de oração e adoração. E isso pode ajudar a se conectar a Deus de uma maneira intensa e profunda” disse Gross. 

Investimento 

 

Uma das pretensões de Craig é tirar o estigma existente da cannabis no meio cristão. Para isso, o pastor quer atrair o interesse de investidores e ampliar o seu mercado nos Estados Unidos. 

O empresário deseja colocar os seus produtos à venda no estado da Califórnia ainda neste ano, para depois expandir para o resto do país. 

Produtos temáticos 

A proposta da “Cannabis cristã” estará presente nos próprios produtos da empresa. 

Para contextualizar os dois temas, Craig vai utilizar de alguns elementos da religião para criar os seus artigos. 

“Wafers” de comunhão, tintura de água benta e bastões de incenso, todos canábicos, estão na pauta para serem comercializados. 

O foco será a fabricação de produtos com baixo teor de THC, em concentrações voltadas para os iniciantes. 

E em outras religiões? 

A marca de Craig Gross é a primeira a conectar a cannabis com os cristãos. Porém, em outras religiões, essa relação já era explorada. 

Dentro do hinduísmo, por exemplo, a erva é tratada como uma das plantas mais sagradas da Terra no Atharva Veda, um dos quatro textos fundamentais da crença. 

No Rastafari, a identificação também é muito forte. Dentro do movimento, a cannabis é vista como parte da tradição, usada para aproximar as relações com Deus. 

Recentemente, pesquisadores descobriram a utilização da planta dentro da cultura judaica. Nela, a erva era queimada junto a incensos e sacrifícios, em rituais sagrados realizados em 8 a.C.

Gustavo Lentini

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por futebol e pela comunicação.

Mais Notícias