• 25 de junho de 2022

Cannabis: As diferentes maneiras de consumo

 Cannabis: As diferentes maneiras de consumo

Quando falamos sobre o consumo de cannabis, a segunda consideração mais importante, depois da própria planta, é o método de distribuição.

Esse assunto geralmente é ignorado, mas as evidências mostram que os consumidores têm limitado as suas experiências a apenas um ou dois métodos.

Os benefícios mentais e físicos que a cannabis pode causar em uma pessoa depende muito de como ela é consumida, pois, cada método fornece uma experiência única e uma série de efeitos.

Existem 3 métodos básicos descobertos: inalação, oral e tópica. Entre esses métodos existem varias técnicas que servem para funções exclusivas, cada uma apropriada para diferentes ocasiões.

Inalação

Quando a cannabis é inalada os gases entram nos pulmões antes de serem absorvidas pela corrente sanguínea. Atualmente existem 2 tipo de métodos de inalação: o tabagismo e a vaporização.

Diferentes maneiras de fumar a cannabis.

Esse antigo costume é o método mais comum associado com a cannabis e há muitas maneiras de consumir.

Os avanços na tecnologia de vaporização ofereceu para os fumantes um método alternativo com menos problemas de saúde.

Os efeitos associados ao tabagismo são debatidos com frequência, mas os profissionais da saúde concordam que os métodos sem fumo contem menos riscos.

As pessoas que consomem cannabis tem uma grande variedade de dispositivos a sua disposição, incluindo cachimbos, cachimbos de água, papeis para enrolar e aparelhos caseiros de uso único.

Cada um desses fornecem diferentes experiências.

Tubos de Mão

Este são provavelmente os mais comuns que estão em circulação hoje em dia e geralmente os favoritos. Eles são pequenos, portáveis e simples de usar.


Os tubos de mão se tornaram famosos como uma expressão artística e estão acessíveis em inúmeras formas de criação e estilos, tanto para decoração quanto para funcionalidade.

Os tubos manuais capturam a fumaça produzida pela queima da cannabis, que em seguida é inalada pelo usuário.

Tubos de água

Os tubos de água apresentam diferentes variações , incluindo os bongos e borbulhadores. Assim como tubos manuais, eles tem uma variedade de estilos e desenhos , mas o que os torna mais sofisticado é por conter água.

Os seus benefícios para a saúde ainda estão em debate: a agua esfria a fumaça, mas é incerto se age como um filtro efetivo para componentes nocivos.

Papeis de Rolamento

Geralmente, esses são usados para fumar juntas ou embotamentos.

As Juntas são cannabis enroladas em um papel, em que a composição varia entre várias plantas, entre elas, cânhamo, bambu e arroz.

Embotamentos são cannabis enroladas no papel de charuto feito com a planta tabaco e contem nicotina.

Existem consumidores que preferem o sabor e os efeitos da combinação da nicotina e da cannabis, porem, os riscos médicos ligados a nicotina, impedem a maioria dos consumidores de cannabis preocupados com a saúde consumir através desse método.

Cachimbos de água

É associado ao método menos comum de fumo de cannabis e geralmente associado com fumo de shisha (tabaco molhado).

A Cannabis é raramente fumada sozinha em um cachimbo de água porque contem baixo teor de água e faz com que ela queime mais rápido, produzindo um gosto amargo e desperdiçando a erva.


Para fumantes que querem economizar, essa é provavelmente a principal preocupação, pois, são necessárias grandes quantidades de cannabis para a produção dos mesmos resultados que outros métodos.

Para resolver isso, a cannabis é imprensado entre o tabaco. O cachimbo de água permite varias pessoas usarem ao mesmo tempo.

Dispositivos caseiros de uso único

Esse método permite a maior criatividade e inclui todos os dispositivos descartáveis para fumar cannabis.

O dispositivo caseiro mais comum é o tubo pela sua simplicidade, mas os artesãos qualificados também adotam projetos de tubo de água.

Efeitos saudáveis ao consumir dessa forma são variáveis, depende do material e do método usado na hora de montar.

Vaporização

Os Vaporizadores são a escolha logica para os consumidores que querem ter um equilíbrio entre a experiência e a saúde.

Um vaporizador aquece as ervas para uma temperatura alta o suficiente para extrair THC, CBD e outros cannabinoides, mas as temperaturas são muito baixas para as toxinas nocivas que são liberadas durante a combustão. A vaporização minimiza os riscos a saúde, associado com o fumo.

Essa melhoria também é perceptível na redução do odor, que geralmente é o que os primeiro usuários de vaporizadores percebem.

Existem diversos modelos de vaporizadores e o mercado esta começando a crescer conforme a tecnologia melhora.

À medida que o mercado cresce, cresce também a eficiência e a qualidade dos modelos portáteis.

Uso oral

O uso oral inclui todas as formas de consumo pela boca, incluindo tinturas, óleos ingeríveis e alimentos ou bebidas com infusão.

Na maioria das vezes, passa primeiro pelo sistema digestivo antes de entrar na corrente sanguínea, mas esse nem sempre é o caso.

As tinturas, por exemplo, é uma aplicação tópica que é ingerida oralmente e são imediatamente absorvidas na corrente sanguínea, ao contrário de comestíveis ou bebidas.

 

Tinturas

As tinturas são um estrato líquido de cannabis usado por consumidores que buscam controle de dosagem e efeitos de ação rápida sem os riscos à saúde.

Geralmente, o álcool é usado como solvente, mas outros líquidos solúveis em gordura também podem ser usados, como vinagre ou glicerol.

Geralmente, três ou quatro gotas da tintura são colocadas sob a língua. Quando são consumidas, as tinturas são imediatamente absorvidas com o estômago vazio, mas requerem tempo para processar o fígado, reduzindo o controle da dose.

Óleos Ingeríveis

Os óleos ingeríveis estão entre alimentos comestíveis e concentrados: são engolidos e digeridos como um produto em infusão, mas geralmente têm a consistência do óleo.

Esses óleos podem ser consumidos ou colocados em cápsulas de fácil ingestão.

Comestíveis

Comer ou beber cannabis fornece efeitos diferentes dos outros métodos que podem entrar de forma imediata na corrente sanguínea, como fumar ou vapear.

Comestíveis podem ser definidos como qualquer alimento que contenha cannabis, independentemente de os canabinóides serem biodisponíveis ou não.

Esses produtos têm início mais longo e tendem a causar poderosos efeitos psicoativos. Alimentos e bebidas com infusão podem ser feitos de várias maneiras, dependendo do prato.

Na maioria das vezes, os alimentos comestíveis são infundidos com um ingrediente básico com alto teor de gordura – como manteiga ou azeite de oliva – que permite a extração das propriedades terapêuticas da planta.

Adicionar tinturas aos pratos é outra ótima opção para controle de dosagem e simplicidade.

Geralmente, cozinhar com flor de cannabis pode ser difícil devido à complicação associada à ativação do canabinoide. Mas, à medida que a prevalência de cannabis cresce, cresce também a presença de flores na cozinha.

 Uso tópico

A administração tópica de cannabis utiliza extrato completo de cannabis – um óleo expresso que foi descarboxilado para ativar canabinóides. Depois de serem ativados,os canabinóides podem ser absorvidos pela pele.

Os efeitos diferem de outros métodos de medicação, pois, não fornecem a estimulação cerebral que os usuários descrevem como “chapado”.

Por esse motivo, os tópicos são apropriados para consumidores que precisam de uma sensação de clareza e um alívio.

Referências:

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias