• 27 de junho de 2022

Atleta de crossfit, você sabia que a cannabis pode melhorar seu desempenho esportivo?

 Atleta de crossfit, você sabia que a cannabis pode melhorar seu desempenho esportivo?

Foto: Freepik

O crossfit é um método de treinamento funcional em alta intensidade que visa promover a aptidão física por meio do desenvolvimento de componentes como capacidade aeróbica, força e resistência muscular, velocidade, coordenação, agilidade e equilíbrio. 

Há a prática de exercícios esportivos e funcionais, compreendendo exercícios de levantamento de peso, movimentos de ginástica e condicionamento aeróbico, executados em alta intensidade e com pouco tempo de descanso – produzindo diversos benefícios na aptidão física, na composição corporal e no bem-estar emocional.

Pela intensidade dos treinamentos, é comum os atletas de crossfit relatarem fadiga, falta de energia e dores osteomusculares, principalmente após os treinos, sendo as regiões mais acometidas: 

Ombros, joelhos, lombar, mãos e punhos e quadris; além de estarem suscetíveis a lesões. Tudo isso, em conjunto, especialmente quando não há uma boa estratégia de descanso, pode acarretar limitações funcionais e na diminuição da performance esportiva.

Cannabis no Crossfit

A cannabis, através da ação dos fitocanabinoides, pode contribuir para a melhora do desempenho esportivo, da recuperação muscular e da prevenção de lesões, se qualificando como um suplemento esportivo com potenciais analgésicos, anti- inflamatórios, ajudando a dormir, aliviando a fadiga, reduzindo o estresse e a ansiedade, além de otimizar o sistema imunológico.

A ação anti-inflamatória de fitocanabinoides como o canabidiol (CBD) e o delta- 9-tetrahidrocanabinol (THC), onde há a modulação do processo inflamatório que ocorre decorrente do dano muscular induzido pelo exercício (DMIE), contribui para o reparo, regeneração e adaptação musculares, diminuindo as dores pós-exercício, estimulando a hipertrofia e prevenindo a ocorrência de lesões osteomusculares crônicas.

A cannabis também melhora muito outro aspecto vital, no processo de recuperação e adaptação musculares, já que diversos fitocanabinoides podem promover relaxamento e melhorar a qualidade do sono, potencializando o descanso físico e mental necessários à adaptação muscular.

Atletas patrocinados por marcas de CBD

Os benefícios são tantos que alguns atletas renomados no contexto do crossfit, como Dani Horand – 7x campeã do Crossfit Games –, Justin Medeiros – 1x campeão do Crossfit Games – e Anníe Mist Þórisdóttir – 2x campeã do Crossfit Games.

Eles não só usam produtos à base de cannabis no seu dia a dia, como estão sendo patrocinados por marcas como a estadunidense cbdMD. E os relatos nas redes sociais são muito promissores, mostrando de fato a melhora na qualidade de vida e na performance desses atletas tão competitivos.

Além disso, alguns fitocanabinoides, principalmente o delta-8-THC e o Canabigerol (CBG) podem estimular o aumento de energia, concentração e criatividade, ajudando na disposição antes dos treinos intensos, como alguns estudos iniciais têm mostrado.

O fato é que sim, a cannabis pode auxiliar e muito na melhora de desempenho no crossfit. E nos próximos tempos, veremos cada vez mais atletas e box utilizando óleos, cápsulas e cremes aliados às suas rotinas – super intensas – de treinos.

Jessica Durand

Médica graduada pela Universidade Cidade de São Paulo, pós-graduada em Medicina Esportiva pelo Instituto Vita e em Cannabis Medicinal pela Unyleya. Possui certificação internacional em terapias à base de cannabis pela Green Flower. Atleta amadora, enxerga na prática clínica o potencial da cannabis medicinal na qualidade de vida e bem-estar dos pacientes, com foco especial em praticantes de atividades físicas e atletas amadores, semiprofissionais ou profissionais. Compõe o núcleo de medicina esportiva da Gravital, atuou como consultora de assuntos médicos do Atleta Cannabis.

Mais Notícias