• 16 de agosto de 2022

Após ser pego com quase 2kg de maconha, homem é condenado a pena de morte em Cingapura

 Após ser pego com quase 2kg de maconha, homem é condenado a pena de morte em Cingapura

Apesar do avanço da cannabis em alguns países, existem lugares que uma simples posse pode comprometer a vida de algumas pessoas. Em Cingapura, um homem foi indiciado a pena de morte.

Estamos acostumados a sempre lidar com situações de prisões, multas e advertências moderadas quando o assunto é maconha.

Mas isso depende do local em que cada lei se aplica, em Cingapura por exemplo, um homem foi encontrado com cerca de 2kg de cannabis e condenado à morte.

Omar Yacob Bamadhaj, com 41 anos de idade, foi sentenciado à morte em fevereiro deste ano e um tribunal rejeitou seu recurso na última terça-feira.

De acordo com as informações da plataforma Channel News Asia, a decisão da justiça foi que ele seja sentenciado à morte através do enforcamento.

Em 2018 ele foi pego com um pouco mais de 1kg de maconha na cidade de Cingapura. As autoridades encontraram a maconha enrolada em papel alumínio e jornal dentro do carro que seu pai estava dirigindo. 

Seus advogados disseram que havia dúvidas sobre se ele intencionalmente trouxe a erva para a cidade.

Bamadhaj argumentou no tribunal que não sabia o que havia no porta-malas e que outras pessoas o colocaram lá sem que ele soubesse, de acordo com o Channel News Asia.

Mas ele disse quando foi preso que seus conhecidos o convenceram a trazer a substância para Cingapura e que ele não queria fazer isso, mas precisava do dinheiro, disse o relatório.

Ele também argumentou em um ponto que os policiais antidrogas o haviam “coagido” a uma confissão, dizendo que um oficial havia ameaçado enforcá-lo e a seu pai se ele se recusasse a confessar, relatou o Channel News Asia.

Cingapura é conhecida por sua aplicação estrita da lei, e grupos de direitos humanos há muito criticam o uso da pena de morte por Cingapura.

Diferente dos Estados Unidos que as punições são mais leves, em Cingapura, ser encontrado com maconha pode custar a sua própria vida.

Referências

  • Insider

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias