• 16 de agosto de 2022

Promediol: O que é, para que serve e como comprar

 Promediol: O que é, para que serve e como comprar

Embora ainda não esteja nas farmácias, o produto feito com CBD puro foi aprovado em agosto do ano passado.

Em agosto de 2021 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou mais um produto à base de cannabis para ser vendido nas farmácias com receita médica.

O Promediol de 200 mg/ml foi o sexto produto aprovado no Brasil, através da resolução 327/19, que entrou em vigor em março de 2020. Contudo, ele ainda não está disponível nas drogarias e precisa ser importado. 

Na época da aprovação, a sócia da empresa, Adriana Schulz, disse à Folha de S. Paulo que o produto teria o mesmo valor da importação, de US$65,00, o que equivale a aproximadamente R$340,00.

O que é o Promediol?

Na verdade, Promediol é uma marca suíça especializada em cannabis. Além do óleo de 200 mg/ml, a empresa possui outros produtos derivados da planta. 

A empresa tem dois tipos de produtos: com o extrato da planta inteira e também com o CBD isolado.

Conhecido como full-spectrum, o extrato inteiro é feito não só com o Canabidiol (CBD), mas outros canabinoides, como o Tetrahidrocanabinol (THC) e até outras substâncias encontradas na planta.

Isso serve para ajudar no efeito entourage, que potencializa os efeitos terapêuticos da planta. 

Para que serve?

O óleo aprovado para a venda no Brasil, é indicado para ansiedade, mas as concentrações oferecidas também podem ser úteis para condições como:

CBD isolado:

CBD Full-Spectrum

Contudo, cabe ao médico decidir qual o melhor óleo e dosagem certa para o paciente.  

Produtos 

Segundo o site da empresa, o produto que estará disponível nas farmácias é o CBD Isolado. Diferente dos produtos Full-Spectrum, ele contém apenas o canabidiol puro diluído em óleo.

Ele poderá competir com um dos óleos de canabidiol da prati-donaduzzi, que é parecido. 

Já o óleo full-spectrum da empresa, possui 500 mg com uma concentração de 50 mg/ml de CBD e menos de 2% de THC.

De acordo com a marca, os produtos são veganos e não contém lactose ou glúten. 

Como comprar

Como dito, o produto ainda não está nas farmácias, por isso, até que esteja disponível, ele precisa ser importado. Por isso, além do preço, é preciso considerar o frete, que também não sai barato. 

Importar produtos de cannabis também não é uma tarefa tão simples. É necessário, por exemplo, uma autorização excepcional de importação, emitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Entenda sobre isso aqui. 

Caso precise de ajuda, há uma equipe com um atendimento especializado que poderá esclarecer dúvidas, além de auxiliar desde a prescrição até a importação do produto. Clique aqui.

Tainara Cavalcante

Jornalista e produtora de conteúdo no Cannalize. Amante de literatura, fotografia e conteúdo de qualidade.

Mais Notícias