• 28 de junho de 2022

Por que decidi usar cannabis durante o meu tratamento?

 Por que decidi usar cannabis durante o meu tratamento?

A medida que mais e mais estados dos EUA apoiam as leis de legalização do uso da cannabis medicinal e recreacional, pessoas que vivem em condições crônicas como esclerose múltipla e artrite reumatoide, estão cada vez mais olhando para a cannabis como uma solução para ajudá-las a controlar a dor.

Muitos pessoas têm usado a cannabis para ajudar com náuseas, níveis de estresse, espasmos musculares e outros efeitos colaterais dentro de sua condição ou tratamento.

O site healthline durante uma pesquisa, fez a seguinte pergunta para os seus leitores: “Você já experimentou cannabis medicinal para ajudar no tratamento de alguma doença?”

Estas são algumas de suas histórias.

”Eu tenho um membro da família que tem TEPT (transtorno de estresse pós-traumático), devido a uma violência sexual. Ela já tentou usar diferentes pílulas para ajudá-la a dormir à noite e para impedir que tivesse pequenos flashbacks em seus sonhos. Mas até agora, a única coisa que tem ajudado a dormir a noite toda sem pesadelos, é a cannabis medicinal.

Quando ela usa, ela pode dormir a noite inteira e acordar descansada. Ela tem ansiedades fortes por causa do ataque que sofreu e desde que ela use as dosagens certas, não têm nenhum problema. Ela normalmente prefere comer pequenas quantidades de alimentos a base de cannabis por ser mais fáceis de usar.

É tudo sobre conhecer o seu medicamento. É como qualquer medicamento prescrito pelo médico. Você deve sempre pesquisar pelo produto antes de usar para ter certeza de que é o certo.” compartilhou um dos leitores, chamado Bobbi P.

”Funciona para mim! Certas extrações me dão energia para me levantar pela manhã ,limpar a casa, fazer compras e ir ao banco. Outras são ótimas para dormir. De qualquer forma, diminui a dor. Super recomendo.(sem trocadilhos).” disse Becky.G, vivendo com artrite reumatóide.

“Fumo uma cepa indica-vegetal (planta ou óleo), se meu nível de bipolaridade aumentar, preciso de uma ajuda extra para equilibrar sem causar nenhum problema. Isso tem sido um fundamental muitas vezes para interromper o início de um episódio maníaco. Mas recentemente, experimentei um alimento à base de CBD, e descobri que embora exigisse uma dose razoavelmente alta, aproximadamente a cada 18 horas, funciona melhor para mim. Me mantém mais estável do que qualquer medicamento que já tentei. Tive melhoras na minha ansiedade e insônia também.” declarou Amber A., vivendo com transtorno bipolar.

”Eu tive Crohn’s há 36 anos e tenho usado cannabis durante 35 deles. Eu sei que ajuda a me manter em remissão (quando não há sinais da doença) com meus problemas de saúde relacionados à minha doença e cirurgias.” compartilhou Debbbie.O, que convive com a doença de Crohn (doença intestinal inflamatória e crônica)

”Meu parceiro tem esclerose múltipla. Ele usa cannabis diariamente. Tem ajudado muito mais do que os medicamentos viciantes que alguns médicos indicaram para ele anteriormente.” disse Celena F.

“Atualmente, estou pesquisando sobre óleos de CBD e o isolados de CBD , pois, estão presentes em alimentos. Os últimos que vi, podem ser misturados em bebidas, usados para fazer seus próprios comestíveis ou misturados com um pouco de óleo de coco. 

Meu pneumologista está de acordo desde que não seja queimado e inalado. Não me ajudou muito com a falta de ar ou sintomas relacionados. No entanto, aliviou a gravidade de alguns picos de ansiedade. Não acredito que eu consiga controlar minha ansiedade e depressão sem ela, tentei, varias vezes, mas acabei ficando deprimida e ansiosa novamente.” Sue B., vivendo com DPOC (doenças pulmonares).

“Eu tenho grande depressão e ansiedade. A cannabis realmente me ajuda a manter as mudanças de humor e a ansiedade sob controle. Também acalma meu cérebro para que eu possa dormir tranquila.” Relatou Misty L., que tem depressão e ansiedade.

“Se estou com dor, mas ainda preciso realizar tarefas diárias em casa, uso produtos à base de CBD. Gosto, porque me dá liberdade de me mover sem dor, diferente do que muitos pensam, eu não me sinto ‘chapada’. Eu apenas me sinto normal novamente.

Recentemente encontrei uma ótima cepa com a quantidade de THC, perfeita para dormir. Faz relaxar meu corpo primeiro e a ansiedade e a depressão que sempre me perseguiram, praticamente desaparecem. Desde que comecei a usar cannabis, eu dormi melhor nos últimos dois meses do que nos últimos 21 anos com a doença que me acompanha.” disse – Amber H., que tem artrite reumatóide.

“Uso diariamente óleo de cannabis para o transtorno bipolar, para controlar episódios depressivos, restaurar o meu apetite e reduzir tremores nas mãos. Funciona maravilhosamente para mim.” relatou — Kevin J., vivendo com transtorno bipolar.


Se você também passa por condições debilitantes de saúde, vale a pena saber mais sobre os possíveis benefícios e efeitos da cannabis e como ela pode funcionar no corpo. Considerando que, todo mundo é diferente e, como qualquer medicamento, pode afetar as pessoas de maneira diferente.

Lembrando que a cannabis é proibida no Brasil, salvo para uso medicinal mediante a autorização judicial e a importação só pode ser feita com a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Referências:

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias