• 31 de julho de 2021

Abrace Não Pode Parar! Só canalhas são contra o autocultivo da Cannabis

 Abrace Não Pode Parar! Só canalhas são contra o autocultivo da Cannabis

O autocultivo tem sido a tábua de salvação de famílias e associações para oferecer um negocinho chamado VIDA para milhares de pacientes que encontraram na Cannabis um alívio para suas dores, convulsões, transtornos, distúrbios e doenças dos mais diversos tipos.

Mas, por incrível que pareça, tem gente que é contra. E o que me resta é chamar cada uma dessas pessoas de canalha.

No último sábado (27), a Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace) foi obrigada a lançar a campanha #abracenãopodeparar para lutar pela manutenção do direito de plantar, colher, manusear e produzir produtos à base de canabidiol (CBD).

Aí você pensa que foi um grupo fundamentalista que entrou na Justiça ou pessoas extremamente desocupadas e desalmadas. Mas não, quem está atentando quanto ao direito à vida é a própria Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Nacional).

É inacreditável que esse órgão federal esteja pedindo na Justiça a suspensão no atendimento de pacientes com doenças como epilepsia, Parkinson, dores crônica e transtornos do espectro autista.

Afinal, se a associação parar de plantar e produzir o CBD, quem vai atender esses pacientes?

Ora, ora. E vejam só que coincidência. Não é que no paralelo está correndo a discussão da inserção do CBD no SUS por meio de um laboratório farmacêutico xodozinho do Osmar Terra, que usa canabidiol sintético e que tem produto à venda na farmácia por R$ 2.500…

Longe de mim especular algo, tá?! Só me ocorreu aqui e eu senti de escrever. Contém muita ironia.

E quer saber o pior? Meu olho sangrou quando li um comunicado de uma fundação que trabalha com Cannabis Medicinal afirmando não apoiar o autocultivo com roupagem de preocupação com o paciente. Vai jogar areia no olho de outro.

É tanto absurdo, tanta podridão, tanto interesse escuso…Eu nem sei por que estou tão indignada, afinal, elegeram o Bolsonaro, que logo deve responder por crimes contra humanidade. O que esperar do “resto”, né não?

Acontece que, neste momento, ao menos 14 mil famílias correm o risco de ficar sem o óleo de CBD.

Além de uma decisão desfavorável à Abrace, o caso pode abrir uma jurisprudência enorme e comprometer o pedido de outras associações que estão correndo na Justiça.

Toda minha solidariedade e apoio ao Cassiano e sua equipe, que têm desenvolvido um trabalho excepcional e de muita coragem.

Podem atrasar o progresso, mas ninguém o detém.

Bora semear!

Panaceia Canábica

Panaceia Canábica

Caroline Apple é jornalista, publicitária e idealizadora e apresentadora do projeto Namastreta, onde aborda temas como política, religião, ciência e diretos humanos pelo olhar da espiritualidade e do autoconhecimento. Trabalhou em veículos como Folha de S.Paulo, Agora SP, R7 e UOL. Foi repórter do Sechat, onde adentrou para o universo da cannabis. Hoje atua como ghostwriter de textos sobre Cannabis Medicinal e gerencia as redes sociais de empresa do ramo. É uma entusiasta da planta e de todo o seu potencial terapêutico, além de acreditar no cânhamo como o futuro da indústria como uma forma de aliviar o planeta de processos insustentáveis, como o uso do petróleo.

Mais Notícias