• 25 de setembro de 2021

West Virginia cria um programa para pacientes de cannabis medicinal

 West Virginia cria um programa para pacientes de cannabis medicinal

Que o mundo está uma loucura, isso é fato. Mas ainda assim, algumas coisas boas têm acontecido. Principalmente quando se trata da planta cannabis, que com o passar do tempo tem conquistado cada vez mais seu espaço. 

Por incrível que pareça, já se passaram quatro anos desde que West Virginia legalizou a cannabis medicinal. No entanto, até agora, eles não tinham um programa real para os pacientes obterem alívio.

Mas esse cenário mudou. Agora os pacientes podem finalmente se registrar e tornar-se oficialmente parte de um programa de tratamento.

Ainda que as licenças comerciais de cannabis medicinal tenham começado a ser concedidas já em outubro do ano passado, demorou muito para que as coisas funcionassem e os pacientes pudessem realmente se envolver. 

Se você já acompanha a evolução da cannabis no mundo, sabe que existem diversas etapas para que ela seja aceita em um estado, e dessa vez não foi diferente.

O estado recentemente conseguiu aprovar um laboratório de testes, o que era uma etapa necessária para que o programa avançasse.

Alguns pacientes em específico, para obter cannabis medicinal, devem ter um encaminhamento médico, de um profissional que seja registrado para essa função.

Em seguida, esses pacientes podem obter um cartão de cannabis medicinal comprovando sua aprovação. 

Esses pacientes citados acima são os que possuem as seguintes condições:

Gerando lucros

Com a mudança do cenário da cannabis no estado, e agora que as vendas estão no caminho certo para começar, a expectativa é de que cheguem a 700 mil de dólares em vendas neste ano.

Nesta segunda-feira (10), de acordo com o Office of Medical Cannabis (subconjunto do Departamento de Saúde e Recursos Humanos), aproximadamente 1.400 pedidos foram recebidos de pacientes em potencial.

Justificativa

Mas afinal, porque demorou tanto para tomar essa decisão?

A razão pela qual demorou tanto para colocar a cannabis medicinal em funcionamento na Virgínia Ocidental, tem a ver com os problemas que o estado enfrentou no ano de 2019 em relação a taxas, penalidades e impostos e como lidar com eles com a nova indústria.

Muito disso estava ligado às leis federais e questões bancárias, e agora que um projeto de lei federal foi aprovado para apoiar os bancos de cannabis, a indústria foi capaz de seguir em frente. 

Sem dúvidas, todas essas notícias são boas, mas como nem tudo são flores, existem alguns empecilhos.

Embora a indústria tenha conseguido avançar, ainda não foi capaz de aprovar uma lei que acrescente mais dispensários, processadores e produtores.

O uso da planta através do fumo e comestíveis, são os favoritos de muitos pacientes, mas também não são permitidos.

Basicamente, a West Virginia permite apenas a vaporização da cannabis, mas não está claro como essa lei será aplicada depois que o produto for comprado. 

Embora haja muitos contratempos e ainda não esteja claro como será o futuro da cannabis na Virgínia Ocidental, os pacientes médicos em todo o estado estão comemorando  por finalmente poderem obter o produto de que precisam.

Referências

  • High Times

 

Avatar

Bruno Oliveira

Tradutor e produtor de conteúdo do site Cannalize, apaixonado por música, fotografia, esportes radicais e culturas.

Mais Notícias