• 28 de junho de 2022

Uma em cada cinco pessoas faz o uso da cannabis nos EUA

 Uma em cada cinco pessoas faz o uso da cannabis nos EUA

Uma nova pesquisa sobre o consumo de cannabis mostra que o uso está aumentando entre os adultos norte-americanos. 

Segundo o estudo, uma a cada cinco pessoas faz uso da cannabis pelo menos três vezes por semana. 

Descobriu-se também que um em cada oito (12%) dos usuários de cannabis usam diariamente, ou várias vezes ao dia, com um terço deles respondendo que começaram a consumir dessa maneira nos últimos 12 meses. 

Pesquisa

A pesquisa on-line explorou o consumo de cannabis, atitudes e comportamentos de compra com quase 3 mil pessoas. 

O projeto foi concluído no início deste mês pela empresa global de opinião pública e dados YouGov, em parceria com a agência de serviços criativos de Chicago, Receptor Brands, e a empresa de marketing Sister Merci.

Resultados

O questionário descobriu que 19% dos adultos disseram que usam cannabis pelo menos três vezes por semana, o que os pesquisadores classificaram como pesado com base em métricas comparáveis para o uso de álcool. 

Entre esses usuários “pesados” de cannabis, 43% eram mulheres, 55% tinham filhos e mais da metade (54%) tinha mais de 35 anos. 

Dos que consomem diariamente, 52% começaram a usar nos últimos 4 anos e 33% no último ano. 

Maconheiros? 

Quase metade dos usuários assíduos não se descrevem como maconheiros. Essas pessoas acreditam que a cannabis oferece um benefício funcional mais do que algo cultural em relação à planta. 

“Enquanto testemunhamos a normalização do consumo de cannabis, ficamos interessados em descobrir quem são os novos “maconheiros” e entender o perfil desses usuários, bem como novos hábitos de consumo”, disse Allison Disney, sócio da Receptor Brands, em comunicado oficial. 

Disney acrescentou que entre aqueles que usavam maconha pelo menos três vezes por semana, 60% deles não se consideravam “drogados” ou dependentes da erva. 

Esses consumidores afirmam que estão usando cannabis semanalmente ou diariamente pelos benefícios do dia a dia, como a melhoria do sono.

Fato curioso: muitos deles – especialmente pais de crianças pequenas – aumentaram o consumo no ano passado. 

Formas de compra

A pesquisa também examinou as preferências de produtos e hábitos de compra dos usuários. 

A maioria dos que usam em abundância (51%) afirma que compra a erva em dispensários licenciados (lembrando que estamos falando de um cenário de mercado norte-americano). 

Mais de um terço (38%) relatou obter a cannabis de forma ilícita, como dispensários não licenciados ou vendedores clandestinos. A quarta parte deles (26%) afirmou que adquire a erva de amigos ou familiares que plantam em casa. 

Preferências

Mais da metade (53%) dos usuários assíduos afirmou preferir a flor, enquanto 39% disseram que preferiam consumir comestíveis

Apenas 14% disseram que bebidas com infusões de cannabis era seu método favorito. 

Mais de um quarto (28%) disse misturar frequentemente mais de um produto, como fumar um baseado e comer um comestível. 

Entender o público 

“Enquanto muitos em nossa indústria estão focados em atrair novos consumidores para a cannabis, ainda temos muito a aprender sobre os perfis, preferências e hábitos”, afirmou Disney. 

Ele completou falando que, com o estudo, será possível usar os novos insights na Receptor Brands para construir a base de produtos e campanhas, à medida que o consumo diário se torna cada vez mais comum. 

A pesquisa on-line foi realizada entre 31 de março e 4 de abril.

Arthur Pomares

Jornalista e produtor de conteúdo da Cannalize. Apaixonado por café, futebol e boa música. Axé.

Mais Notícias